Administração de Conflitos – Fique Por Dentro do Assunto



Administração de Conflitos – Fique Por Dentro do AssuntoA administração de conflitos está se tornando cada vez mais importante nas empresas. Conheça mais sobre essa área.

O que você faz diante de uma situação estressante? Deixa se abater e acaba gerando mais estresse? A sua postura neste momento é o mais importante e, caso esteja agindo da forma mencionada, com certeza está equivocada, ainda mais se o problema está acontecendo no seu trabalho.




Tanto na vida pessoal quanto na profissional é necessário saber como lidar com os conflitos, pois isto permite aprender e crescer, por isso as pessoas costumam buscar o seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Mas, a pergunta que “não quer calar”! Qual é maneira correta de agir diante dos problemas pessoais ou profissionais? O ideal é buscar auxílio na administração de conflitos, que é um das categorias da administração, a qual tem como objetivo ensinar o modo certo de agir diante de situações problemáticas, sabendo como transformar resultados ruins em coisas que podem render benefícios no futuro.

A administração de conflito é essencial para ser uma pessoa física ou jurídica bem sucedida. Afinal de contas, não vão faltar obstáculos no seu caminho e você não pode desistir fácil, concorda? Ao usar os princípios da administração de conflito, o indivíduo aprende a parar, pensar, planejar e só depois agir.

Ei, e sejamos sinceros, falar que planejar é importante não é novidade aqui no site, ou melhor, em qualquer site de negócios e consultoria você verá que o planejamento é o ponto chave e sem ele o empresário raramente atingirá seus objetivos e sucesso.

Não quer mais perder a cabeça diante de uma situação problemática? Quanta disposto a fazer por isso? Para resolver esse problema desenvolvemos esse texto relativamente pequeno e com a solução para essa sua dificuldade. Veja agora mesmo como trabalhar a administração de conflitos.




Você realmente sabe o que é conflito?

Existe uma frase que retrata uma realidade: “Para haver conflitos/problemas basta existir mais de uma pessoa em um mesmo ambiente”. Essa é a mais pura verdade, desde que exista 2 ou mais pessoas em um local, em algum momento existirá atrito e conflitos.

Antes de partir para a administração de conflitos, é fundamental que você entenda o que é conflito, pois a partir daí se torna mais fácil enxergar o problema em sua totalidade e saber como agir corretamente.

Segundo o pesquisador de administração e gestão, Adalberto Chiavenatto, o conflito pode ser definido como a existência de um ideal, atitude ou interesses antagônicos diferentes que se chocam.

Além disso, os conflitos não são vistos como algo necessariamente ruim, pois eles também podem ser encarados de maneira positiva e funcional, uma vez que pode ser utilizado a favor do indivíduo, promovendo o enriquecimento pessoal e não a destruição como muita gente vê.

Quais são as causas dos conflitos?

Certamente você já deve ter passado por uma situação conflituosa, não é mesmo? Com isso você deve saber que esse problema pode ter várias origens. No entanto, as causas dos conflitos, ou seja, as suas raízes são sempre as mesmas. Uma das principais causas de conflitos são os modelos mentais, tais como experiências, imagens, expectativas que geram a percepção do mundo.


Fatos também são considerados desencadeadores de conflitos, visto que cada pessoa tende a compreender as explicações sobre um acontecimento de forma diferente. As questões pessoais também podem gerar embates como, por exemplo, objetivos e métodos a serem atingidos que são divergentes, além de princípios de conduta e desacordos intelectuais.

A facilidade de acontecer um conflito é tão grande que, exemplificando a forma de conflito por interpretação e visões diferentes de um mesmo tema, veja: uma pessoa fala algo e outras duas pessoas escutam, processam a informação e observam a pessoa durante o mesmo tempo, porém, para uma, a informação terá um ponto de vista, já a outra verá de forma totalmente diferente.

O que é administração de conflitos?

A administração de conflito pode ser definida como uma categoria da administração, que possui fundamentos que ensinam ao indivíduo como lidar bem com as situações de estresse, tanto pessoais quanto profissionais.

Claro, para que a administração de conflitos seja eficiente é preciso que as pessoas estejam dispostas a mudanças, caso contrário, terá o administrador de ensinar como lidar com a mudança.

A administração de conflito se caracteriza por não exigir muitos esforços e ferramentas, uma vez que para resolver os problemas é necessário ter conhecimentos sobre a situação e as personalidades das pessoas que estão envolvidas nela.

Uma boa dica para melhorar o seu conhecimento sobre as pessoas e até mesmo como trabalhar com elas, gerindo-as corretamente, é fazer um curso de curso de coaching.

Em se tratando da administração de conflitos no setor empresarial, a pessoa responsável por intermediar e resolver as contendas deve ser alguém calmo, que sempre sabe equilibrar a razão e a emoção, enxergando o problema na sua totalidade e de forma imparcial, tomando as decisões que beneficiem os funcionários e a empresa.




Normalmente, o responsável pelo setor é um profissional que estuda psicologia, trabalhando no chamado setor Recursos Humanos.

A partir do momento em que a empresa instala uma administração de conflito eficiente, a tendência é que ela aumente o seu nível de produtividade e o alcance dos bons resultados, uma vez que passa a perder menos tempo com as situações de problema e passa focar mais no trabalho.

Quer melhorar a sua administração de tempo e focá-lo corretamente? Veja nossos texto sobre gestão do tempo e aumente o rendimento no seu trabalho e execução de tarefas pessoais.

Como fazer uma boa administração de conflitos?

Você é a pessoa designada para lidar com as situações conflituosas da sua empresa? No início pode ser que nem todos os problemas sejam resolvidos, uma vez que o administrador vai aprendendo com o acúmulo de experiências. Por isso, aprenda abaixo como fazer uma boa administração de conflitos e reduzir a margem de insucesso.

1 – Importe-se com o próximo

Supondo que um funcionário tenha sido assaltado enquanto ia fazer um depósito da empresa? Qual é a sua reação enquanto administrador de conflitos? Se a resposta é culpá-lo por não ter sido cuidadoso, você está errado. Em primeiro lugar, é necessário que o administrador de conflitos se importe com o próximo.

Dessa maneira, antes de partir para a resolução dos problemas é preciso avaliar a condição emocional das pessoas. Além disso, também é recomendado manter as pessoas motivadas, dando-lhes a devida valorização, ensinando, corrigindo possíveis erros e também reconhecendo os seus esforços.

2 – Saiba ouvir para administrar os conflitos

Sabe aquele chefe que só sabe pedir e exigir dos seus funcionários? Ele pode até atingir resultados razoáveis, mas está longe de ser um bom chefe, ou também conhecido como líder. Portanto, para ser respeitado e administrar os conflitos de maneira decente, é essencial saber ouvir o que as outras pessoas têm a dizer, este ato simples pode ser crucial para resolver um problema.

Antes de começar a agir, o ideal é parar e sentar com as pessoas que estão envolvidas na situação de conflito, procurando saber qual é a visão delas sobre o fato e qual a sugestão para sair do embate. Assim, é possível tomar decisões que beneficiam a empresa e ao mesmo tempo agradar os funcionários.

3 – Ataque o problema, não as pessoas

Um erro muito comum entre os administradores de conflitos é querer culpas os funcionários pelos problemas. Dependendo da situação, pode até ser que o conflito tenha sido gerado por conduta inadequada de uma pessoa, mas ficar culpando o tempo todo não irá adiantar de nada.

Sendo assim, o administrador nunca deve levar as coisas para o lado pessoal, devendo ser lúcido e usar sempre o seu intelectual, sem deixar que o seu emocional transgrida o racional. Procure manter a calma para não gerar ainda mais conflitos.

4 – Tenha humildade na administração de conflitos

Tenha a consciência de que você não é o dono da razão, nem eu, nem os seus funcionários, ninguém é! Levando isso em consideração, diante de uma discussão é necessário manter a humildade, sabendo reconhecer os seus erros e acertos, bem como os dos funcionários. Ao fazer isso, você estará agregando conhecimento e crescendo enquanto pessoa.

5 – Tenha argumentos inteligentes

Para levar a empresa adiante e tirá-la de uma situação de conflito, é necessário fazer com que os funcionários queiram atingir bons resultados, bater as metas impostas. Você não vai conseguir fazer isso falando qualquer coisa, é preciso ter argumentos inteligentes, saber vender a sua ideia e convencer as pessoas de segui-la de bom grado.

Procure estruturar os seus argumentos e mostre-os com clareza, fazendo com que as pessoas possam entendê-los da maneira correta e queiram agir em prol deles. Essa atitude irá aumentar a sua capacidade de persuasão e lhe tornar um bom administrador de conflitos.

6 – Trate as pessoas com equidade

Um administrador de conflitos eficiente é aquele que os resolve antes mesmo da sua existência. Um dos motivos de situações conflituosas nas empresas é o fato de os funcionários serem tratados de maneira desigual, ou seja, uns recebem mais benefícios do que os outros.

No dia a dia da empresa, em situações de conflito, é recomendado tratar as pessoas com equidade, ou seja, em pé de igualdade. Ser justo com todos deve ser a sua prioridade.

Pronto para trabalhar com administração de conflitos?




FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here