Indicadores de Qualidade – Aprenda Como Utilizar



Indicadores de Qualidade – Aprenda Como Utilizar
Indicadores de Qualidade

Descobrir como está a qualidade da empresa não é uma tarefa fácil, por isso foram desenvolvidos os indicadores de qualidade! Veja quais são e como utilizá-los.

Se você é gestor ou dono de uma empresa sabe o quanto é importante que a empresa tenha um crescimento contínuo e de qualidade, não é mesmo? Mas, como saber identificar as carências e deficiências do negócio para poder agir e consertá-las? Este processo requer um estudo de qualidade das atividades desenvolvidas.




Foi pensando nesta necessidade das empresas que criaram os indicadores de qualidade, que nada mais são do que quesitos que cumprem o papel de avaliar a qualidade das tarefas realizadas a partir de diversos aspectos, que ao serem analisados juntos serão capazes de fornecer uma conclusão eficiente sobre a situação da empresa.

Conheça também os indicadores de desempenho da empresa.

Cada vez mais empresas estão adotando os indicadores de qualidade nos seus ambientes corporativos, afinal de contas, eles contribuem para que elas saibam em que estão errando e como podem melhorar. Portanto, para você que é gestor ou empresário, nós iremos trazer aqui mais informações e alguns dos principais indicadores de qualidade para melhorar o seu negócio. Não pare de ler!

Os indicadores de qualidade são sempre os mesmos?

Essa é uma dúvida bem frequente, por isso é indispensável saná-la.

Não, os indicadores de qualidade não são sempre os mesmos. As empresas de diferentes setores usam os indicadores de qualidade, mas como cada uma possui as suas particularidades, elas acabam adaptando-os para que compreendam as suas necessidades. Sendo assim, os indicadores de qualidade não são fixos e inalteráveis, qualquer empresa pode personalizá-los a sua maneira.




Claro, sugerimos que você faça um planejamento antes de alterar os indicadores de qualidade, verificando em quais pontos pode ou não ser aplicado.

Porém, é importante ressaltar que existem alguns indicadores de qualidade que são mais tradicionais e utilizados, os quais podem ser aplicados tanto por empresas grandes quanto pequenas, pois irão oferecer resultados precisos e eficientes para que elas possam fazer uma análise do negócio e posteriormente melhorar.

Conheça os indicadores de qualidade

O responsável pela gestão empresarial deve estar sempre preocupado com o desempenho do seu negócio, fazendo o máximo possível para acompanhar a situação da empresa e desenvolver métodos para torná-la mais eficiente para os seus funcionários, fornecedores e público consumidor. Por isso, conheça abaixo quais são os indicadores de qualidade:

1 – Indicador de Qualidade do processo

A empresa precisa identificar a qualidade do processo, ou seja, como as suas atividades estão sendo desenvolvidas, uma vez que qualquer erro nesta etapa pode impactar todos os setores. Portanto, no seu papel de gestor, é necessário instaurar um estudo para analisar todos os processos que ocorrem dentro do ambiente corporativo.

Para facilitar você pode fazer a gestão por processos.


Nesse caso, é preciso avaliar o nível de eficiência das atividades executadas, verificando se estão sendo cumpridas dentro dos prazos estabelecidos, feitas do modo correto, conforme manda o regimento da empresa, bem como se as ferramentas utilizadas estão oferecendo um resultado satisfatório, existência de desperdício de tempo, de matéria-prima ou recursos humanos.

2 – Qualidade do produto

Imagine que a empresa está gastando muito com matéria-prima e mão-de-obra para fazer um determinado produto ou serviço, mas o mesmo não está satisfazendo os clientes, o que isso significa? Quando isso acontece, é um sinal de que o produto não está apresentando a qualidade que deveria, o que futuramente irá lhe causar prejuízos financeiros.

Quando isso ocorre é o momento de criar um novo plano de ação, alterando as bases principais do seu produto. Não é algo fácil de se fazer, mas com certeza é preciso.

Para que isso não aconteça ou chegue até um ponto que seja necessário o plano de ação, a empresa tem que aplicar o indicador de qualidade do produto, sendo necessário estudar o modo com que está sendo fabricado, reais benefícios que oferece, índice de durabilidade, desempenho quando são utilizados, aparência, confiabilidade e demais características específicas do produto que a empresa está disponibilizando no mercado.

Todo cliente espera algo do produto/serviço, caso ele não encontre isso e não lhe cumpra com o objetivo, o produto estará fadado ao fracasso e, ainda pior, não apenas para aquele cliente, mas também para todos os demais que desejarem o produto para a mesma finalidade, pois, provavelmente, irão decepcionar.

Outra forma de descobrir se os produtos estão tendo a qualidade esperada é através do relacionamento com o cliente, no qual este fala para o vendedor/gestor como decorreu toda a relação negocial, criticando ou elogiando os produtos e serviços.

3 – Qualidade para o cliente

Nem sempre o produto da empresa compreende as reais expectativas dos seus clientes, o que é um problema muito grave, uma vez que se o item não está servindo para o consumidor, a tendência é que ele passe a consumir outro. Para aplicar este indicador, o ideal é fazer um estudo de campo (análise de mercado), ou seja, selecionar alguns clientes para testar o produto por um determinado tempo.




Durante esse estudo, é necessário identificar as necessidades das pessoas e se o produto está de acordo com elas, qual é o nível de interação delas com o item, se consegue entendê-lo e usar facilmente. Além disso, também é necessário analisar e recomendar o nível de satisfação que o produto em si causa aos indivíduos.

Perceba, cada pequeno detalhe no tocante as informações dos entrevistados é importante. É interessante focar também na questão da linguagem não verbal do entrevistado, porque ele pode vir a falar o que de fato não pensa, apenas para “agradar”.

4 – Nível de inadimplência da empresa

O setor financeiro da empresa também deve ser avaliado e, para que isso aconteça, é preciso aplicar e usar o indicador que estuda o seu nível de inadimplência. Afinal de contas, caso a instituição não esteja conseguindo arcar com os seus compromissos financeiros, é sinal de que existe uma grande falha na qualidade da rotina administrativa e financeira realizada pelos profissionais responsáveis por esta área.

Por isso tem-se que realizar estudos no setor financeiro para saber se a empresa tem sido inadimplente nos últimos meses, atrasou o pagamento dos seus fornecedores ou necessitou negociar novos prazos.

Também é necessário avaliar se os transtornos estão ocorrendo porque a empresa não está faturando o suficiente para honrar as suas contas ou se o problema tem a sua origem na gestão financeira incorreta.

5 – Nível de inadimplência dos clientes

A área de cobrança da empresa também tem que funcionar com qualidade, pois do contrário, ela terá inúmeros problemas financeiros. Para saber se a empresa está levando muitos calotes pode-se usar o indicador de qualidade sobre o nível de inadimplência dos clientes, que tem como função analisar se é preciso desenvolver novos métodos de cobrança.

Nesta etapa, é importante estudar o setor de recebimento e de cobrança da empresa, procurando saber qual é o número de pessoas que compraram e deixaram de pagar, efetuaram o pagamento depois do vencimento ou procuraram a empresa para negociar novos prazos. Além disso, é preciso saber também o nível de pessoas que não pagaram, indiferente se renegociaram prazos e etc.

Para evitar uma possível falência com um aumento de inadimplência, é interessante ter um planejamento financeiro bem elaborado, inclusive que preveja reservas de recursos.

6 –  Indicador de qualidade sobre satisfação dos funcionários

Como uma empresa pode melhorar se os seus funcionários não estão contentes, impossível não é mesmo? Qualquer gestor sabe que quando um colaborador não está satisfeito com o seu trabalho a tendência é que ele não execute as suas atividades com eficiência. Para saber se isto está acontecendo na sua empresa é necessário usar o indicador de qualidade de satisfação dos funcionários.

O indicador é aplicado através de um estudo de observação e de entrevistas pelo setor de RH com os empregados, procurando questionar se eles gostam das tarefas que executam, sentem-se à vontade no ambiente de trabalho, concordam com as diretrizes da empresa e se concordam com o ordenado que recebem pelas atividades prestadas.

7 – Satisfações dos clientes para com a empresa

A princípio, você pode achar que o indicador de satisfação dos clientes para com a empresa é o mesmo que a qualidade para o cliente, porém, não é nada disso. Este indicador diz respeito à satisfação do público-consumidor em relação a tudo que envolve o produto oferecido pela empresa.

Então, para usar este indicador é preciso fazer um estudo de campo com os clientes, que pode ser aplicado pessoalmente ou através de ferramentas como, por exemplo, e-mail, site ou redes sociais. É preciso questionar se os consumidores estão satisfeito com a qualidade do produto, com o atendimento que recebem quando o compram, como são atendidos quando possuem um problema e qual é a imagem que fazem da empresa.

8 – Indicador de qualidade: lucratividade

O indicador de índice de lucratividade serve para avaliar se a empresa está vendendo e lucrando na mesma proporção. A lucratividade nada mais é do que o dinheiro que sobra para a empresa depois que ela pagar todas as suas contas. O levantamento deste dado pode ser feito de um modo bastante simples, basta estudar a quantidade que foi produzida, vendida e que retornou em forma de lucro, os resultados devem estar em consonância.

Você sabia que o preço de venda influencia no resultado da empresa?

Agora é sua vez de utilizar os indicadores de qualidade, conte-nos os resultados!




FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here