Controle Financeiro: Aprenda Como Aplicar na Sua Empresa

1
1001
Controle financeiro
Controle financeiro

Dificuldades em organizar a parte financeira da empresa? Veja como fazer o controle financeiro da sua empresa.

A sua empresa está passando por uma série de transtornos, apresentando um número alto de dívidas e baixo rendimento? Muitas empresas encontram-se nesta mesma situação, sem contar que existe quem não consiga se sair bem destes prejuízos. Porém, por outro lado, também existem aqueles empresários e gestores que são capazes de driblar estas adversidades e finalmente atingir o sucesso.

Você sabe como é possível contornar os problemas financeiros de uma empresa? Pois bem, esta resposta é bem simples, basta fazer o controle financeiro corretamente, que nada mais é do que fiscalizar todas as informações que dizem respeito ao dinheiro que circula pela empresa. Dessa maneira, torna-se mais prático promover uma melhor aplicação dos recursos monetários, evitando o acúmulo de dívidas e o enfraquecimento dos rendimentos.

É importante também aprender sobre redução de custos, afinal, parte da dificuldade do controle financeiro é as despesas altas, concorda?

Elaborar e aplicar o controle financeiro não é uma tarefa difícil, porém, ela exige uma série de etapas, as quais se complementam ao serem seguidas à risca. Portanto, se você quer dar um “up” nas finanças da sua empresa, nós iremos trazer aqui mais informações sobre controle financeiro. Confira abaixo:

O Que é Controle Financeiro?

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 5 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

O controle financeiro empresarial nada mais é do que o ato de fiscalizar todas as atividades que estão relacionadas ao dinheiro da empresa. Este processo é composto por etapas como, por exemplo, identificar quais são os rendimentos da empresa e, posteriormente, determinar como eles podem ser utilizados de forma benéfica.

Claro, vale frisar que além de ter um bom controle financeiro na análise dos investimentos, também é importante ter um plano de ação, assim conseguirá seguir um “caminho” e gastar aproximadamente o que espera, caso contrário o valor desprendido pode ser muito maior.

Além disso, é importante ressaltar que o controle financeiro pode ser feito permanentemente ou durante um período de tempo, tendo como objetivo alcançar uma meta emergencial, como quitar o pagamento de uma dívida. O processo de controle financeiro também pode ser feito através de ferramentas funcionais como as planilhas de gastos, entre outras.

O Que o Controle Financeiro Faz Pela Empresa?

Você não aguenta mais ver as contas da sua empresa se acumulando e gerando juros altíssimos e não poder fazer nada? O controle financeiro serve justamente para que o seu empreendimento jamais passe por este tipo de situação. Afinal de contas, este processo é responsável por fiscalizar todas as dívidas, trabalhando para que haja recursos financeiros para que elas sejam pagas dentro do prazo de vencimento.

Conheça tudo sobre empreendedorismo aqui. 

O controle financeiro também agrega o máximo de organização nas finanças da empresa, analisando, com precisão, a forma como o dinheiro está sendo aplicado. Dessa maneira, nenhum centavo será retirado ou gasto sem que o gestor saiba qual é o seu destino e determine se é vantajoso para a empresa.

Quando estiver focando em analisar se um investimento é ou não vantajoso, lembre-se de se reunir com os responsáveis por gestão de projetos, eles serão os mais importantes em lhe auxiliar na tomada de decisão.

Como Fazer Controle Financeiro?

O controle financeiro não é uma atividade extremamente complicada. Porém, é importante ressaltar que ela exige certo esforço, pois, caso exista a falta de informações precisas, a gestão do dinheiro pode ser realizada de maneira incorreta. Além disso, os prejuízos derivados de um controle financeiro incorreto podem ser irreversíveis. Por isso, para não cometer erros, acompanhe abaixo como fazer o controle financeiro da sua empresa.

1 – Faça Um Estudo Dos Rendimentos Da Empresa

Não dá para promover o controle de algo que você não conhece com profundidade, não é mesmo? Levando isso em consideração, a primeira coisa a se fazer é um estudo de todos os rendimentos da empresa, ou seja, das receitas que entram em seu caixa. Determine um período de tempo, que pode ser mensal ou semestral para avaliar estes dados.

Para facilitar o estudo, pode-se fazer uso da sua planilha de fluxo de caixa, a qual possuirá todos os dados necessários, não apenas a entrada de recursos, mas também a saída, permitindo que você tenha até mesmo uma estimativa de lucro.

Para realizar o estudo dos rendimentos da empresa, procure checar o volume de vendas realizadas e os seus respectivos valores. Além disso, se for o caso, também terá que reunir os dados financeiros relacionados a empréstimos ou demais recebimentos da empresa. Esta etapa é importante para sabe qual a origem do seu faturamento.

 2- Realize Um Levantamento Das Contas Da Empresa Para o Controle Financeiro

O segundo passo mais importante no processo de controle financeiro é realizar um levantamento das contas da empresa. Portanto, construa uma lista de todas as contas que devem ser pagas. Para que este processo seja mais eficiente, é recomendado fazer uso de notas fiscais, boletos e demais contratos, que sirvam para comprovar que uma dívida foi adquirida, qual o seu valor e data de vencimento.

É importante que você elenque todas as contas, até mesmo as de baixo valor. Quando falamos em documentos para “provar”, não é para provar, mas sim para fazer com que ajude a você lembrar das contas. Foque em todas, peça ajuda para quem for, mas tente elencar tudo que você gasta, além do que ganha, é claro.

Nesta etapa, para que o controle das finanças seja mais organizado, pode-se separar as contas entre fixas e variáveis. As primeiras dizem respeito aos gastos que a empresa tem que arcar todo o mês como, por exemplo, o pagamento dos funcionários, luz, internet, água e telefone. Já as variáveis correspondem às dívidas que ocorrem ocasionalmente como manutenções e reparos.

Você pode pedir auxílio para o setor de contabilidade financeira, eles provavelmente terão mais experiência no assunto do que você.

3- Controle o Fluxo De Caixa Frequentemente Para Manter o Controle Financeiro

O fluxo de caixa nada mais é do que a quantidade de dinheiro que entra e sai da empresa. As informações que você precisa para fazer este controle já foram obtidas nos passos anteriores, então, basta reuni-los em um mesmo documento.

Neste caso, é recomendado montar uma planilha de fluxo de caixa. Primeiramente, abra o Excel, que é um dos softwares mais apropriados para esta atividade. Na sequência, é só criar colunas para os recebimentos e gastos, detalhando-as por datas. Obviamente que a planilha deve ser atualizada com frequência para que o gestor mantenha-se sempre informado.

4- Determine Demonstrativos De Resultados

Um problema muito comum entre as empresas é se preocupar em oferecer tudo que o público-consumidor precisa, mas elas se esquecem de mensurar os preços dos itens adquiridos, o que pode encarecê-los e acabar ocasionando prejuízos financeiros. Por isso, é preciso determinar os demonstrativos de resultados, ou seja, o quanto cada produto custa aos cofres do estabelecimento.

Com isso será possível trabalhar a formação de preços para conseguir chegar a um ponto de “equilíbrio”, no qual você obtenha um bom lucro e seja um valor que os clientes/consumidores estejam dispostos a pagar.

Sendo assim, faça uma lista com todas as mercadorias que a empresa comercializa, na qual devem ser indicados os seus respectivos fornecedores e valores. Depois, é necessário verificar se as vendas estão compensando a quantia paga pelos itens. Dessa maneira, é possível calcular o lucro líquido do recebimento, o que permite à empresa saber se o seu investimento em estoque está sendo recompensando.

5- Descobrir o Ponto De Equilíbrio é Fundamental Para o Controle Financeiro

Em se tratando de executar o controle financeiro de uma empresa, uma das principais atividades é descobrir o ponto de equilíbrio, ou seja, o quanto ela pode gastar e cobrar pelos seus produtos, o que é capaz de trazer mais vantagens, tanto para você quanto para os seus clientes.

Para descobrir qual é o ponto de equilíbrio da empresa é necessário comparar as vendas totais e as despesas fixas. Dessa forma, é possível analisar e checar se as vendas realizadas estão suprindo os gastos operacionais.

6- Trabalhe Bem o Dinheiro Da Empresa

É comum ver empresas que estão no mercado de negócios há anos, mas que permanecem estagnadas, sem aumentar nem diminuir os seus lucros. Você não quer que isso aconteça com o seu estabelecimento, afinal de contas, o objetivo deve ser crescer sempre, correto?

Normalmente, as empresas que ficam estagnadas não sabem como aplicar os seus rendimentos. Para que isso não aconteça, é necessário aprender a trabalhar bem o dinheiro da empresa, ou seja, buscar soluções para multiplicá-lo. Tendo isso como base, realize investimentos que sejam capazes de alavancar os lucros da empresa, como é o caso de criar um novo produto ou segmentação.

7- Tenha Disciplina No Controle Financeiro

Não tem jeito, o controle financeiro só irá funcionar se a empresa tiver disciplina e estiver apta para exercer mudanças. Portanto, é preciso que todos os processos citados anteriormente sejam aplicados rigorosamente. Além disso, vale lembrar que os dados sobre as finanças da empresa devem ser atualizados, pois isso torna a análise e interpretação das informações muito mais assertiva, uma vez que qualquer erro pode alterar os resultados finais.

Falamos basicamente sobre a forma empresarial, porém, nada impede que você utilize como controle financeiro pessoal

Já Tem Um Controle Financeiro? Conte-nos Se Funciona.

FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA