Criatividade e Inovação



Criatividade e InovaçãoSer criativo é ter a capacidade de elaborar algo novo, ou seja, dar existência a coisas que nunca existiram, e o ato de inovar consiste em ter a capacidade de introduzir algo novo ou renovar coisas. Ambos são imprescindíveis para várias coisas, dentre estas, a capacidade e o desenvolvimento contínuo de uma região ou país. É por isso que a criatividade e inovação deve fazer parte dos seus negócios.

Os artifícios de criatividade e inovação necessitam de uma mentalidade aberta que se adapta e consegue receber coisas novas de um modo positivo e que também saiba equilibrar o lado emocional, utilizando o raciocínio lógico no momento apropriado porque quando a criatividade e inovação visam resultados, a lógica humana deve ser a última a ser utilizada, pois só assim novas ideias surgirão.




A criatividade e inovação são de imensa utilidade para a sociedade e para quem a produz. Elas advêm de mentes abertas e que possuem um alto nível de imaginação durante o processo criativo e, após isso, volta-se para a lógica com a intenção de pôr em prática o que se imaginou. Além disso, sabe-se que o processo de criar algo não se dá apenas quando há empenho e disciplina, mas também quando a mente está relaxada ou inquieta, em momentos de descontração, quando algo aguça a curiosidade ou mesmo quando está ociosa.

Foco em resultados

Atualmente as empresas possuem foco na inovação e valorizam a criatividade dentro da sua corporação, pois isso permite aperfeiçoamentos constantes. Dessa forma, conclui-se que pessoas com mentes inovadoras e criativas terão mais chances de competir por vagas dentro do mercado de trabalho, já que podem contribuir ativamente com a originalidade.

Como exercitar a mente e facilitar o processo de criatividade e inovação

Podemos exercitar nossa mente simplesmente com a curiosidade, pois, como promoveu uma propaganda televisiva, sabemos que o que verdadeiramente movimenta o mundo não são as respostas que dão às perguntas que fazemos, mas são as perguntas que surgem em nossas mentes. Dessa forma, pensar em perguntas e buscar obter respostas gera o processo criativo.

Dentro das corporações a criatividade é desencadeada a partir de perguntas simples como, por exemplo: Como poderia realizar as mesmas tarefas de forma diferente da que já realizo? Quais outros métodos eu poderia utilizar no meu trabalho sem causar danos na qualidade do que produzo? Como posso aumentar a importância das tarefas que faço? De que forma eu posso contribuir com os empreendimentos da empresa que trabalho? Seria possível criar produtos/serviços diferentes dos que a empresa produz?

É importante saber que não existe uma única resposta para cada questionamento, por isso, sinta-se à vontade para dar origem a várias respostas e lembre-se que é mais original pensar na ideia de grandes resultados do que pensar em grandes ideias. Existe uma gama de possibilidades de obter informações hoje em dia e existe consumidor para todo tipo de produto, portanto isso facilita o processo de criação.




O processo criativo

Durante o início do processo de criatividade e inovação, às vezes é necessário “pensar sozinho”, ou seja, é melhor que sua ideia seja pensada unicamente por você, mas durante o desenvolvimento da ideia é bom que se busque pessoas que a apoiem e que o ajudem a viabilizá-la.

Geralmente, o processo criativo tem início a partir de sentimentos pessoais, observações e perguntas, mas para desenvolvê-lo muitas vezes é necessário compartilhá-lo, entretanto, muitas pessoas não gostam de compartilhar suas ideias por medo de a roubarem ou de simplesmente a trancafiarem em um baú a sete chaves, tornando-a inútil.

Sem dúvida surgirão pessoas que não incentivarão sua ideia, que a criticarão, reprovarão ou que se desinteressarão por ela, mas uma ideia que inicialmente possa parecer maluca para muitos, pode ter mais valor à frente. Por isso, dentro de organizações, o pensamento inovador é sempre vantajoso para quem formula a ideia e para a empresa, que passa a ter novas ideias de produtos e garante uma produção cada vez mais competitiva. Desse modo, é importantíssimo estimularmos, investirmos e usarmos o potencial de inovação e criatividade que possuímos, pois sem dúvida obteremos retorno, seja financeiro ou de sucesso.

Para iniciar o processo de criatividade e inovação, é necessário que haja uma motivação para traçar um ou mais objetivos/desafios; depois uma preparação onde se definirá metas, fará pesquisas e se desconsiderará o meio que te levará a alcançar os seus objetivos; uma incubação onde você deverá concentrar-se em deixar sua mente trabalhar; depois o registro da sua ideia; a elaboração do seu plano para o desenvolvimento da ideia; a ação em que você colocará em prática sua imaginação; e por último a avaliação onde você irá verificar se suas ideias foram desenvolvidas em quantidade e número que você esperava.

A busca pela capacitação

Há muita competição entre as empresas na atualidade e lucra mais quem dá mais lugar aos benefícios da globalização e tecnologia e foca-se em criatividade e inovação, garantindo produtos originais que satisfaçam os desejos do consumidor. Entretanto, o investimento das empresas em produtos inovadores e originais precisa ser constante, já que produtos que são novidades são rapidamente substituídos por outros produtos mais originais ainda e passam a ser ultrapassados.


Infelizmente, apesar da necessidade constante de atualização, algumas pessoas que participam da gestão de uma empresa ainda têm mentes muito fechadas e acabam não dando atenção devida às ideias que alguns colaboradores que apresentam. Pode acontecer que funcionários acabem “se fechando” para desenvolver seus pensamentos, já que alguns gestores não os deixam a vontade para expressar suas ideias e dúvidas durante reuniões, o que torna a contribuição desse colaborador praticamente inexistente.

Também acontecem casos onde, em um trabalho em equipe, um dos colaboradores não reconhece a qualidade de uma ideia criativa que o grupo ou um funcionário desenvolve. Isso acaba criando conflitos e estresse entre os membros da equipe, dificultando o processo de resolução da atividade.

Visto os benefícios que a criatividade e inovação geram a uma empresa é necessário que elas permitam ao seu pessoal a exposição de ideias coletivas e/ou individuais, pois assim garantirá cuidados não somente com os anseios do mercado consumidor, mas também com os seus colaboradores, mantendo suas autoestimas e encorajando sua capacidade de criar e inovar.

Inovar e criar consiste em desafiar constantemente opiniões e gostos distintos, e por isso são consideradas atitudes de coragem. Timidez nem sempre é bom e dentro de uma empresa ela com certeza é prejudicial, pois limita a capacidade criativa e de iniciativa de um colaborador. O medo também é completamente indesejável dentro das organizações, pois ele dificulta a exposição de ideias, devido o pensamento da possibilidade de demissão.

Entretanto, apesar dessas dificuldades, é fato que investir na sua criatividade e inovação e buscar tornar-se cada vez mais criativo promove uma ampliação e agregação de habilidades da sua mente, onde ela solucionará dificuldades com mais facilidade e saberá tirar proveito de oportunidades que ocasionalmente surgirão na sua vida. Além disso, você deve ser audacioso, corajoso e correr riscos, pois nem sempre uma ideia que parece possível irá funcionar e a que parece ser incrivelmente boa nem sempre pode ser colocada em prática; mas tenha em mente que qualquer ideia que você tenha pode ser útil e se não for útil no momento em que foi elaborada, guarde-a, pois ela poderá ser útil em um momento propício. Isso é saber usar sua criatividade e inovação!




FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here