Ética no trabalho



Ética no trabalhoJá pensou sobre a ética no trabalho? Muito se fala em ética nos mais variados setores da sociedade, contudo o agir ético não pode ser caracterizado por um determinado segmento ou faixa etária, pois ser ético implica em um comportamento onde as atitudes tomadas poderão ser tomadas por todos as demais pessoas. Agir eticamente implicar em que todos os comportamentos particulares possam ser tidos de forma generalizada.

Quando falamos de uma generalização de comportamento no ambiente de trabalho, fazemos referência às atitudes as quais todos os envolvidos no ambiente devem seguir. Essas condutas comportamentais devem se empregadas nas várias hierarquias, por conseguinte, o indivíduo (elemento particular) deve agir como um cidadão (Parte de um todo. Suas atitudes não são exacerbadamente egoístas).




Os fins não justificam os meios

Fazendo referência a Maquiavel, defensor da ideia de que os fins justificam os meios, é necessário salientar que não é apenas o resultado de uma ação no trabalho que deve ser ética, o processo até chegar nela também precisa ter uma conduta lícita, ou seja, a ética precisa estar no que se deve fazer e na maneira de se fazer. Isto faz parte da ética no trabalho.

Funcionário ético, empresa ética

O excesso de competição, muitas vezes, é capaz de fazer com que uma empresa exija demais de seus colabores a tal ponto de que estes se vejam na necessidade de ultrapassar os limites do correto para atingir suas metas. Quem nunca encontrou com as assinaturas de revistas que prometem apenas 2 meses de assinatura e que na hora do encerramento se revelam em verdadeiras armadilhas ou então com os pacotes de promoção de determinadas empresas telefônicas?

A conduta dos funcionários identificará a política empregada pela empresa. Se uma empresa realmente estiver interessada em crescer, ela estimulará a concorrência sadia e a não exploração de sua mão de obra. Isso, além de ser característica das chamadas Empresas Inteligentes, também proporcionará um maior conforto a seus colaboradores e, consequentemente, maior produção e lucro que visam a ética no trabalho.

Caminhos a seguir para atingir a ética no trabalho

Honestidade

Ser honesto é um dos grandes entraves de muitos profissionais, não por não falarem o que pensam, mas por confundirem honestidade com falta de educação.

Muito colaboradores no ato de expressar pensamentos acabam sendo indelicados com seus companheiros de trabalho.




Buscar a honestidade faz as relações ocorrem de uma melhor forma e garante a ausência de infortúnios. Na tentativa de justificar uma falta ou atraso no trabalho há muitos que já “mataram” muitas avós. A ética no trabalho está justamente em falar a verdade.

 Ser ouvido é importante, mas ouvir é tanto quanto

A atitude de parar e prestar atenção a uma defesa de ideia garante respeito por parte dos interlocutores, todavia, além de ouvir é importante saber fazer os devidos comentários mesmo que as ideias pareçam desprovidas de execução.

Essa característica não é possível ser alcançada se apenas o trabalho solitário for visado. É necessário trabalhar em equipe, assim os aspectos mais fortes de cada componente serão aprimorados e os mais fracos serem fortalecidos.

Ouvir implica não dar respostas às questões complexas de maneira despreocupada. É preciso avaliar a situação e tudo nela inserido.

Quando isso for feito, os devidos créditos devem ser direcionados a seus merecedores. Receber os créditos por um sucesso que não é seu é uma das atitudes antiéticas tomadas por quem almeja sucesso sem trabalho duro.


Pontualidade

Ninguém quer ter na equipe alguém que não chegue no horário agendado. Isso provoca falta de confiança.

Há um número considerável de empresas que não adotam a produtividade como ponto principal de análise, antes preferem que o colaborador esteja do horário marcado na empresa.

É importante frisar ao administrador que a pontualidade não é um critério tão confiável para se analisar a confiabilidade de um funcionário, afinal, muitos trabalhos podem muito bem ser entregues pela internet ou ainda o horário de trabalho pode ser flexível, tal qual ocorre em grandes empresas como a Microsoft. Porém, este item faz parte da ética no trabalho.

Não “fale pelas costas”

 É provado que o ser humano é dado à fofoca, independente de gênero e idade, pois somos suscetíveis a comentar a vida alheia.

Essa conduta, porém, quando tida em relação aos colegas de trabalho, pode desembocar em resultados terríveis, portanto, evite as conversas desprovidas de sentido próximo ao bebedouro, falar da roupa ou penteado de alguém ou humilhar e culpar. Isto é falta de ética no trabalho!

Muitas vezes, os comentários, maldosos ou não, são efetuados levando em consideração a quebra da privacidade: parte da ligação de alguém foi ouvida, foi vista a pessoa chegando em um carro ou com uma carona diferente, mudanças de hábito, etc. Respeite a privacidade do próximo e caso seja descoberto um determinado problema como resultante de um de seus comentários, assuma. Isso evitará a perda de tempo em busca de um culpado e, como consequência, evitará que alguém leve um crédito negativo por algo que não fez.

Cuidados a serem tomados para cuidar da ética no trabalho

Ética no trabalho ao telefone:

  • Se você está ao telefone, então não tem motivos para conversar com pessoas ao seu lado. Isso ocasionará falta de foco em ambas as conversas.
  • Conversas com relacionamentos amorosos precisam ser evitadas. Algumas formas de tratamento nessa conversa diferirão ao tratar do ambiente de trabalho. Isso indubitavelmente gerará comentários desnecessários.
  • A maneira de se atender ao telefone transmite uma linguagem não falada, por isso busque estar sempre disposto, com boa dicção e capacidade argumentativa a atender as ligações.
  • Nunca discuta com ninguém. Você não quer se identificado como a(o) barraqueira(o) da equipe.
  • Quando atender o telefonema de um amigo ou família evite reações exageradas.
  • Se a ligação não for para você, apenas anote o recado.

Ética no trabalho utilizando o e-mail:

  • Acredite: o envio de correntes não faz ninguém pensar que você é uma pessoa espirituosa ou de alto astral.
  • Atenção ao português! Depois que o e-mail foi enviado, as devidas correções não poderão ser efetuadas e a fama de péssimo escritor demorará a ser retirada.
  • Delete os e-mails desnecessários. Isso auxiliará determinadas buscas.

Ética no trabalho nas reuniões:

  • Os lugares, geralmente, são reservados pelo grau de importância dentro de uma reunião, então se você não irá presidi-la, não se sente à cabeceira.
  • Participação é sempre bem vinda. Aquele que não opina é visto com um funcionário sem atitude, contudo, opine apenas se, por via de pesquisa, for algo interessante.
  • A última palavra é dada para quem estiver presidindo a reunião, então não tente fazer o último comentário quando todos já estiverem de pé e prontos para sair da sala, pois isso fará com que mais comentários tenham de ser feitos.

De maneira resumida, podemos entender que ética no trabalho é fazer ao próximo exatamente aquilo que gostaríamos que fizessem para nós. Como diria Kant, “agir de tal forma que nosso comportamento passe do particular e seja universalizado.”







FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here