Valuation de empresas



Valuation de empresasValuation de empresas quer dizer valor econômico de uma empresa. Em geral, quanto a empresa vale. As grandes empresas tem um comportamento diferente das micro e pequenas empresas, pois sofrem menos variações. O que acontece é que os métodos de avaliação de valuation são dificultados quando a empresa é pequena, pois, muitas vezes, os lucros e as receitas acabam não sendo previsíveis.

Para saber o valor econômico de uma empresa podem-se utilizar diversos métodos. Três famílias de metodologias são muito usadas, como o fluxo de caixa descontado, valor patrimonial e avaliação relativa ou por múltiplos. Além dessas, diversas outras tentam estimar quanto uma empresa vale, sendo esta tarefa por vezes difícil, tendo que considerar uma série de fatores que atrapalham esta pesquisa.




Antes de tudo, deve-se saber que o cálculo do Valor Econômico Adicionado (EVA) é variante do Fluxo de Caixa Descontado e os cálculos do Valor de Liquidação e de Reposição, variante do cálculo do Valor Patrimonial.

Geralmente, o Fluxo de Caixa Descontado é o mais usado, seguido pela Avaliação com uso de múltiplos, que pode juntar-se a este primeiro no sentido de uma melhor análise.

Valor Patrimonial

Já que estamos tratando de pequenas e médias empresas, temos que levar em consideração a incerteza dos fluxos futuros da empresa. Então, o Valor Patrimonial torna-se um cálculo de grande importância, na tentativa de se chegar a um cálculo de valuation de empresas.

O método patrimonial para avaliação é utilizado quando o comprador tem maior interesse nos ativos do que na probabilidade de geração de lucro através de ativos. Alguns cálculos são importantes para serem realizados nos métodos patrimoniais de valuation, entre eles o valor de liquidação, o valor de reposição e o patrimônio líquido contábil. Este último é a diferença entre os ativos e passivos da empresa, um item bem fácil de ser explorado.

Patrimônio líquido contábil

Muitas vezes, o patrimônio líquido contábil não é tão necessário como parâmetro no valuation de empresas, pois não possui uma ligação direta com o processo operacional do negócio. Somente referencial, na maioria dos casos, ao longo do tempo vai se distanciando do valor econômico, principalmente por conta de envelhecimento dos ativos, inflação e obsolescência.




Patrimônio líquido ajustado

O patrimônio líquido ajustado pode gerar o chamado valor de reposição, que são os recursos financeiros necessários para que se construa uma empresa igual a que está sendo vendida, excluindo valores como a reputação da empresa, qualidade da gerência, a marca, ativos intangíveis e clientes. É um método de valuation de empresas muito usado nas transações de fusão de dois negócios, quando há características de rentabilidade parecidas.

Valor de liquidação

Quando uma empresa precisa ser fechada, há um valor mínimo que pode ser obtido com esta venda de ativos. Considerado um valor de piso, o valor de liquidação exclui o pagamento obrigatório aos credores.

Quando o comprador está querendo somente os ativos da empresa, sem levar em consideração a ampliação e capacidade de lucratividade no futuro, utiliza o valor de liquidação como método de valuation de empresas. A falência é um excelente exemplo para estabelecer um vínculo entre o conceito e a realidade deste tema.

Goodwill

Estima-se sempre o valor de goodwill, que é a diferença entre o valor pago no processo de compra e venda da empresa e o valor contábil. Dependente de alguns fatores, o goodwill representa economicamente os ativos intangíveis da empresa, assim como o patrimônio intelectual, marcas e recursos humanos.

Payback é um cálculo simplificado em que o comprador realiza e indica em quanto tempo o investimento voltará para o seu bolso. Bastante utilizado, há um interesse maior de compradores de pequenas empresas com paybacks entre 3 e 5 anos, ao passo que paybacks maiores que 5 anos têm sido desinteressantes para os compradores.


A prática do valuation de empresas

Diante de uma realidade bastante variada, podemos dizer que nem todos os empresários apuram com rigor os seus balanços patrimoniais. Com isso, acertam as negociações com as informações que estão disponíveis, bem informalmente.

Com os métodos de valuation de empresas fica bem mais fácil propor valores econômicos para um negócio, em que se tem a certeza dos fundamentos. Sem isso, é comum que os negociantes não acertem um valor comum, pois os parâmetros de avaliação acabam se tornando subjetivos e confusos.




FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

1 COMENTÁRIO

  1. Boa tarde,
    Para o valution da empresa, utiliza-se os prejuízos acumulados e as depreciações a serem realizadas. No caso de uma empresa falida, não temos esses dados, pois compra-se uma empresa sem dívidas e a depreciação ainda será estabelcida. Qual o melhor critério para depreciação nesse caso ??? Devo utilizar o ultimo balanço ou será necessário um laudo do ativo imobilizado recente.???

    :

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here