Tecnologia da informação em pequenas empresas



Tecnologia da informação em pequenas empresasPara que serve a inovação e tecnologia da informação? Pesquisas realizadas descrevem que a situação de inovação no Brasil é aquela em que os empresários inovam e nem sempre oportunizam essas inovações. Esse fator é um diagnóstico da falta de comunicação entre mercado e ciência, desde o processo de criação até a exportação desse conhecimento, em que se funda na métrica de gestão do sistema de inovação.

Ainda há um desencontro de investimentos, incentivos e ações que fazem com que a inovação não seja eficaz na realidade de pequenas empresas.




A inovação é um capítulo à parte na gestão de tecnologia da informação, pois constitui um processo em que a empresa se mobiliza para se desenvolver e criar soluções num ambiente de TI. Alguns passos são necessários para que a TI auxilie as empresas no processo de inovação e se torne parte da cultura organizacional, esses passos são: o compartilhamento de informações e parcerias com outras empresas, buscando assim a inovação como fator de  desenvolvimento da empresa.

O momento vivido pelas organizações é de priorizar as iniciativas de TI que estão enfrentando maiores dificuldades, buscando maior monitoramento da qualidade e investimentos realizados.

Segundo pesquisas, o que caracteriza a dificuldade de inovação com  o auxílio da TI nas organizações são os fatores de orçamento e planejamento, não só para  investimentos e esforços dispendidos  na automação, mas também na capacitação dos colaboradores, investindo-se em treinamentos, educação corporativa e outros.

Por isso, as empresas que objetivam sucesso no gerenciamento de TI devem investir o necessário em sistemas de informação e treinamento.

Principais produtos ou serviços de inovação

No âmbito interno da organização, a adoção da interatividade tem feito surgir iniciativas como o ERPeEDI que diminui a distância entre fornecedores, distribuidores e varejistas, criando comunicação integrada e melhorando a cadeia de valor.




Os fatores críticos para a adoção da conectividade são: a segurança de dados, condições técnicas, cultura organizacional, custos de comunicação compatíveis e outros. Os web services são outra solução para integração de dados, o sistema exige baixos investimentos e também funciona como uma integração da cadeia logística que pode ser feita gradualmente, aproveitando plataforma já instalada.

As web services são sistemas para integração de sistemas com comunicações e aplicativos diferentes.

Essas soluções de integração como a ERP, EDI e web services, contribuem para o amadurecimento das relações ao longo da cadeia de suprimentos.

Vantagens da troca eletrônica de dados entre empresas

Pesquisas institucionais realizadas já comprovaram que a sinergia entre empresas, implica em aumento de receitas, em captação de clientes, redução de custos de operações e entre outros. O que essas empresas estão realizando e obtendo sucesso é quanto à sinergia entre parceria de empresas e uso de TIC.

É o que se percebe examinando a evolução das empresas, depois da integração e compartilhamento de inovação necessárias na área de TIC, todos ganham, principalmente quando as empresas vencem barreiras de mudanças, quanto à falta de conhecimento dos benefícios que essa iniciativa traz às empresas.


Para isso, será necessário superar a barreira das diferenças de estilo de gestão, cultura organizacional, adaptação e planejamento em redes organizacionais (Achrol e Kotler. 1999).

O texto acima quer dizer de forma prática, que para as empresas trocarem dados é necessário aceitação desse processo e gestão de alinhamento de interesses entre empresas fornecedoras e compradoras.

A consequência de integrar dados são: maior receita em serviços personalizados, aumento de clientes e fidelização de clientes atuais e outros.

Investimentos de TI

As empresas devem investir em TI, de acordo com as suas necessidades e especificidades dos negócios, por exemplo, as empresas de serviços devem investir na experimentação, visando os processos e soluções que agradam mais aos clientes, não rebaixando a satisfação, nem o número de atendimentos e a conexão interativa, se faz necessário observar os custos, a velocidade e melhoria.

Segundo pesquisas, as empresas consideradas mais inovadoras são aquelas com a média geral de investimentos estratégicos voltados para a experimentação e ao crescimento, que foi de 70% contra 30% em investimentos operacionais, voltados para manutenção e produtividade.

Para inovar em Ti, primeiro é necessário estabelecer foco, cultura organizacional com objetivo de inovação e estrutura financeira para atendimento dos requisitos de  TI.

As maiores inovações na área acontecem quanto aos processos, governança e segurança da informação. Principalmente para empresas de tecnologia, mas os bancos, seguradoras, já estão entre os setores que mais investem em TI, investimento requisito para permanência e crescimento no mercado.




Educação corporativa e TI

A TI é essencial para o desenvolvimento da educação corporativa e está ao alcance de todos os colaboradores, muitas empresas estão adotando o e-learning, a vantagem para a empresa é disponibilizar cursos estratégicos para a empresa, dando aos colaboradores uma base para exercer conhecimentos necessários para o dia a dia da empresa, até conhecimentos mais complexos.

Para os colaboradores, a tecnologia ajuda na reciclagem profissional. Para a empresa é interessante estabelecer um programa de aprendizagem e qualificação por gestão de competências, formando uma cultura de conhecimento e inovação.

A implantação de uma plataforma de e-learning auxilia novos colaboradores à entender o negócio, serviços e produtos, prestando melhor atendimento. A TI pode ser essencial no processo de treinamento e reciclagem, sendo uma ferramenta abrangente, podendo chegar a vários colaboradores ao mesmo tempo, sendo efetivo na redução de custos e produtividade.

Porém, para que o sistema de aprendizagem seja efetivo é necessário que tenha: material de qualidade, metodologia de ensino apropriada e uma cultura de gestão do conhecimento.

Quando a organização resolve estruturar e qualificar colaboradores, não só está inserindo o seu pessoal na nova cultura organizacional, como também promovendo crescimento profissional, aumentando propriedade intelectual e promovendo uma ação estratégica por meio da força de trabalho.

É preciso contar com equipes comprometidas para implantação e inovação em TI, equipes autogeridas e multidisciplinares, conscientes de sua participação.

Neste quesito, da educação é essencial ressaltar o aspecto de investimento, posicionamento da organização, comprometimento da alta direção.

Tecnologia da informação e objetivos das empresas

O objetivo das empresas deve ser primeiramente realizar uma pesquisa na área e acompanhar o desenrolar de uma implementação de TI, conscientes da realidade em que se insere a empresa, cultura organizacional e incentivos com que a empresa possa contar.

Para isso as pequenas empresas não estão em um ambiente isolado, pois existem incentivos para a estabilização em um mercado competitivo e que requer a inserção no ambiente de TI.

Incentivos governamentais para implantação de tecnologia

O BNDES dispõe de linha de financiamento para o desenvolvimento de software para o mercado, é um incentivo para que expanda o mercado e empresas que adquirirem o serviço de empresas brasileiras, terão financiamento com taxas do BNDES, que são taxas de investimentos em longo prazo. O objetivo é incentivar a informatização de médias e pequenas empresas e ao mesmo tempo o produto nacional.

Lei de informática

Os benefícios recebidos, como incentivos fiscais, dependem da lei de informática, recentemente empresas perderam incentivos por não aplicarem 5% do faturamento bruto em pesquisas e desenvolvimento. O objetivo dessa iniciativa é que as empresas busquem inovar, contribuam com o desenvolvimento tecnológico e gerem empregos. O incentivo concedido pela lei de informática, também possui como contrapartida a apresentação pela empresa de um programa de qualidade, deve também implantar um programa de participação dos colaboradores em lucros ou resultados.

Aumentar a competitividade através da tecnologia da informação é algo de importância crucial, mas antes de optar por um sistema de informação é necessário considerar alguns aspectos relevantes:

-Custo benefício: o custo total ou custo de aquisição, é o termo popular para designar quanto custa para adquirir recursos de tecnologia, incluindo computador e software, hardware e atualizações, manutenção, suporte técnico e treinamento.

Custo e benefícios dos sistemas de informação

Custos tangíveis são custos com hardware, software e serviço pessoal.

-Benefícios tangíveis: aumento da produtividade, redução dos custos operacionais, redução da força de trabalho e menores gastos com compras.

Desenvolvimento

Para implantação de software e hardware na empresa, é necessário pesquisar o número e formação dos colaboradores que teriam contato com o uso da informática.

O maior benefício encontrado na pesquisa de mercado sobre os produtos de informática, é a concorrência entre os softwares com a vantagem de vários testes serem gratuitos para a fase de experimentação.

Resultados esperados com a tecnologia da informação

Os resultados gerais esperados com o uso da tecnologia da informação são o progresso técnico e aumento na competitividade e estes resultados serão em longo prazo, e ainda é necessário a adaptação às mudanças no ambiente em que vai se desenvolver o processo de informatização, a capacitação de mão de obra e o controle de qualidade sobre os serviços utilizados pela empresa.




FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here