Planejar, organizar, dirigir e controlar uma empresa



Planejar, organizar, dirigir e controlar uma empresaMuitos falam sobre administrar uma empresa, mas a verdadeira função de administrar uma organização consiste na arte e na técnica de dirigir, organizar e controlar uma empresa.

A administração é, portanto, um conjunto de ações que requerem planejamentos, pareceres, relatórios, projetos e outros documentos que auxiliam o cerne administrativo que é dirigir, organizar e controlar uma empresa.




A profissão do administrador foi regulamentada recentemente, assim que as empresas enxergaram a importância de um profissional que estruturasse a administração de forma que a empresa tivesse todas as suas decisões, operações, métodos de produção, qualidade, desempenho de forma controlada e que pudesse ser dirigida e organizada.

Dessa forma, estudiosos como John W. Riegel acreditam que o sucesso de uma empresa depende estritamente do êxito de seus gerentes em dirigir, organizar e controlar uma empresa de forma eficaz.

Funções administrativas para dirigir, organizar e controlar uma empresa

A administração para ser desenvolvida precisa de planejamento, controle, direção, organização e etc.

Dessa forma, tem-se que as funções administrativas precisam seguir técnicas e métodos que tornam possível os pilares com as respectivas funções administrativas, que são:

Criar objetivos – os objetivos surgem em uma empresa como um produto de planejamento prévio. Um planejamento que seja estruturado e que surja do planejamento de alguma situação que é real para a empresa e necessário, como planejamento de marketing, planejamento para a qualidade são necessários para o bom andamento da empresa e, portanto, na criação de objetivos e metas a serem alcançados.




Analisar – a análise dos problemas e situações reais da empresa é essencial para que a mesma constitua um posicionamento sólido diante do mercado e com possíveis soluções.

Solucionar problemas – essa função exige técnicas e métodos para o seu desenvolvimento e sempre está relacionada a problemas detectados na produção, gestão de pessoas e atendimento. O importante é que solução surja de uma análise sistêmica de todos os fatores relacionados.

Organizar e alocar recursos – essa função tão necessária, principalmente no início das atividades, reza que a empresa precisa de antemão organizar a sua capacidade produtiva e gerencial, com instalações ideais e pessoal. Para isso requer a alocação de recursos, o que também deve ser realizado de forma estruturada, organizada e estratégica.

Comunicar, dirigir e motivar as pessoas – todas essas funções se resumem em uma só palavra: liderança. Liderar é isso: unir e envolver toda a equipe em um mesmo propósito e objetivo.

Negociar – negociar é uma função cada vez mais requerida para o sucesso de uma empresa e, atualmente, as técnicas de negociação buscam encontrar formas de ganha-ganha, ou seja, as decisões tomadas devem ser benéficas para todos, o que diminui problemas futuros e reforça parcerias.


Tomar decisões – tomar decisões é inevitável quando se administra, por isso, a empresa deve tomar suas decisões baseadas em dados e informações confiáveis, auxilio de métodos e técnicas que darão um respaldo para uma decisão acertada.

Mensurar e avaliar – saber mensurar com números é um dos fatores críticos de sucesso para as empresas, por isso é verdadeira a frase que diz que o que não se mede não se controla. Para controlar é necessário medir com eficácia, de forma que nada fuja ao controle, desempenho, indicadores financeiros e até qualidade no atendimento, pois tudo é passível de ser mensurado, basta encontrar indicadores, formas de medir e critérios de avaliação.

Avaliar – avaliar é outra função administrativa que precisa de análise e critérios para uma posterior decisão, nas empresas as avaliações podem acontecer desde a operacionalidade de máquinas e sistemas até a avaliação de desempenho de funcionários.

Teorias da administração e o dirigir, organizar e controlar uma empresa

As teorias da administração têm evoluído de acordo com as mudanças sofridas pelo mundo e as necessidades surgidas na sociedade no que tange produtos, serviços e atendimento em se dirigir, organizar e controlar uma empresa

A reestruturação das empresas diante das mudanças e demandas forma um ambiente ideal para novas teorias administrativas.

A evolução das teorias depende das necessidades e demandas de cada década, como também das abordagens. Dessa forma, para cada etapa vivida pela administração e suas tendências existe uma abordagem.

Tem-se a abordagem clássica, que tem início com a administração científica, e aborda temas como a importância da divisão de tarefas e controle de produtividade.




Como a teoria científica foi criticada como mecanizada e pouco humana, logo surgiu a teoria humanística com propostas de estudar com mais profundidade o ambiente de trabalho e a seguir vieram outras teorias com propostas de focar sistemas gerenciais, métodos, processos  e objetivos.

Atualmente, em termos de administração de empresas, as organizações se preocupam com a abordagem sistêmica, com a gestão pela qualidade total em todos os processos e cadeia produtiva, na reengenharia e a valorização do Capital Intelectual.

Portanto, administrar é ter visão de futuro, responsabilidade social, visão de mundo, flexibilidade para mudar paradigmas e valorizar a gestão de conhecimentos.

Gestor na função de dirigir, organizar e controlar uma empresa

Para que o gestor possa assumir a condição de dirigir, dirigir, organizar e controlar uma empresa é necessário que tenha algumas habilidades. Entre elas:

Saber planejar – planejar é algo que deve ser realizado com uma visão do futuro. Para planejar é necessário que a empresa entre em um consenso sobre seus objetivos e metas e encontre modos de alcançá-los desse modo.

Organizar organizar a empresa para atender as necessidades de produção e demanda, de acordo com o que a empresa propôs a oferecer e de acordo com os recursos que estão à disposição é o master da arte e ciência de organizar.

Liderar – saber liderar é cada vez mais importante para o sucesso das empresas e requisito importante nas seleções de empregos. A liderança é um comportamento e competência valiosa no mercado porque o desafio de integrar, criar uma gestão participativa e contar com funcionários comprometidos torna-se fator de sucesso e de competitividade.

Saber controlar saber controlar é cada vez mais necessário para que a empresa consiga alcançar seus objetivos de curto e longo prazo, alcançar suas metas e avaliar desempenhos e analisar os vários aspectos críticos para o sucesso da organização.

Estas são somente algumas dicas para dirigir, organizar e controlar uma empresa.




FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

1 COMENTÁRIO

  1. Bom dia!
    Gostaria de saber a relação que existe entre tomar decisão e as funções básicas do administrador (dirigir, organizar e controlar).

    Fiz uma monografia cujo tema é “A importância do conhecimento contábil para o administrador na tomada de decisão empresarial”.

    Um dos professores criticou meu trabalho, porque eu não tinha entrado em detalhes sobre como cada relatório contábil pode ajudar nas funções básicas do administrador. Na minha visão eu não teria necessidades de detalhar isso, pois meu foco é a tomada de decisão e não o ato de dirigir, organizar e controlar uma empresa. Por isso quero saber de alguém que tenha mais conhecimento do que eu, qual a relação que existe entre tomar decisão e as funções básicas do administrador?

    Eu pensei que antes, durante e depois dessas funções, o administrador está tomando decisões, ele toma decisões a todo o momento, independente se ele está, planejando, organizando, direcionado ou controlando.

    :

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here