O que é economia



O que é economiaA economia possui vários conceitos, alguns mais completos do que outros. Vejamos abaixo alguns conceitos de economia.

É o estudo de atividades que envolvem transações ou troca, com ou sem o uso de dinheiro. Economia é também o estudo das decisões humanas sobre a utilização de recursos que são escassos ou que são abundantes, para que se possa produzir vários produtos e serviços e como distribuí-los para a sociedade de consumo.




A economia estuda também como o ser humano ganha a vida e desfruta de seus bens. É ainda o estudo da maneira ou modo que a sociedade realiza suas atividades de produção e consumo. Também estuda a riqueza, a distribuição de renda e melhoria na capacidade de produção e consumo.

Para melhor entendermos o estudo da economia é bom verificarmos alguns termos como o produto nacional bruto, o PNB.

Produto nacional bruto

É um termo bem simples de entender, produto nacional é o cálculo de tudo o que foi produzido no país em termos de bens ou serviços em um período de um ano. Só é considerado no cálculo do PNB os produtos e serviços de origem nacional, ou seja, se a produção for estrangeira e efetuada dentro do país não é PNB.

Portanto, em contrapartida o que é produzido em outro país e for nacional fará parte do PNB.

O cálculo do PNB é também simples, basta multiplicar as quantidades pelos preços de mercado, considerando apenas os produtos finais para consumo. Portanto, excluem-se do cálculo as matérias-primas.




Produto nacional bruto tem a função de ser um indicador de análise da produtividade e concentração de bens econômicos do país, através do PNB é possível analisar inicialmente o desenvolvimento e produtividade do país.

Mas, essa análise é ineficiente, pois para uma análise completa da condição do desenvolvimento do país, ainda falta analisar o PIB – produto interno bruto, e a qualidade de vida.

Economia e PIB

A diferença é que o produto interno bruto, é a soma de tudo o que é produzido dentro da fronteira do país, considerando o espaço geográfico.

No cálculo consideram-se as exportações e não as importações e os fatores de produção empregados.

Por isso, o PIB é o melhor indicador econômico para medir o desenvolvimento do país, pois considerar a capacidade comercial, de exportar, de produzir e utilizar fatores de produção.


Produto real e produto nominal

Para ter-se uma medida nominal é necessário se ter preços atuais e quantidades nominais.

A medida nominal calcula o aumento de consumo, ou seja, mais alimentos, mais carros, mais roupas e etc. Portanto, o produto nominal é aquele que corresponde ao produto nacional em termos de moeda corrente e atual.

O produto nominal considera também o aumento dos preços por ser medido pela moeda corrente.

Produto real é aquele em que corresponde a uma quantidade física de bens e serviços que foram produzidos pela economia, considerando apenas variação de quantidade.

A razão entre produto nominal e real nos mostra o cálculo de crescimento nas quantidades físicas e variação de preços. Essa variação nos dá ideia de deflator ou índice de preços.

Índices de preços

Existem dois tipos de índices de preços:

  • IPC- esse índice mede o nível médio dos preços de produtos comprados pelas famílias. Ele considera preços correntes, considerando as quantidades médias adquiridas em um ano base.
  • IPA -esse índice calcula para produtos do mercado atacadista. Os produtos utilizados no cálculo do IPA são os produtos de diversos setores: a agricultura, a pesca, refinarias, hidroelétrica e outros.

Mercado de capital

O mercado de capitais é um tema bem amplo no estudo da economia, mas alguns desses termos fazem parte do nosso dia a dia e por isso, é bem útil a sua conceituação.




Por isso, vamos aos conceitos.

Poupança e investimento

O não se consome da renda pode ser considerada poupança, portanto poupança é um investimento que advém de uma disponibilidade financeira e que sugere segurança, rentabilidade, valorização futura e monetária.

As famílias e até as empresas investem para que no futuro o rendimento seja maior.

Além da poupança que é um investimento oferecido por diversas instituições financeiras, os investidores podem investir ainda em títulos de renda fixa e variável.

Produtos de investimento em renda fixa são:

  • Certificado de depósito bancário (CDB) – esse tipo de investimento tem-se o nome de fixo, pois se conhece o seu rendimento de forma antecipada.

Na renda fixa o valor futuro é pré ou pós-fixado.

Quanto ao prazo os títulos de renda fixa possuem um prazo determinado para o resgate de valores.

  • Renda variável – esse tipo de aplicação é considerado variável, pois o retorno está fixado ao resultado futuro obtido pela empresa que emitirá os rendimentos.

O prazo de recebimento do valor é também variável e, portanto, não existe um prazo definido para o resgate do valor e a qualquer momento o valor do título poderá ser transformado em moeda.

Títulos de renda fixa ou variável pertencem ao mercado financeiro, agora veremos títulos que pertencem ao mercado de capitais.

Mercado de capitais

No mercado de capitais os principais produtos são os ativos privados que são gerados pelas empresas de capital aberto e que resultam em ações.

Ações como dissemos acima, são títulos emitidos pelas sociedades anônimas. As ações fazem parte do conjunto de títulos que são mais bem estruturados, pois são remunerados a qualquer tempo, possuem variação e podem ser negociadas na bolsa de valores.

Há dois tipos de ações que são:

  • Ações ordinárias – As ações ordinárias se denominam assim, pois o acionista que detém as ações ordinárias tem direito ao voto nas assembleias.
  • Ações preferenciais – a diferença é que os acionistas que detém direito ás ações preferenciais possuem prioridade no recebimento de dividendos e também no recebimento do valor monetário. Esse valor costuma ser mais alto do que o oferecido pelas ações ordinárias.

Há também o reembolso no caso de dissolução da sociedade.

Rentabilidade das ações

Dividendos, os dividendos descrevem que a participação nos resultados da sociedade e são realizados pela distribuição em dinheiro com percentual a ser definido pelos conselhos das empresas.

O percentual é definido a partir dos resultados financeiros obtidos pelas empresas, até porque o rendimento que remunerará as ações é estabelecido pelo lucro da empresa.

Quando a empresa tem lucro excedente são estabelecidos bonificações em ações ou em dinheiro aos seus acionistas.

Opções sobre ações

Opções de compra são quando o investidor possui opções de compra do lançador de ações em um determinado lote de ações, pelo preço de exercício e quando lhe convém.

Opções de vendas

O investidor com opções de venda tem o direito de vender suas ações ao lançador da opção, ações em um lote determinado, com a data de vencimento da ação e preço de exercício.

Estudo da renda

  • Renda nacional – é o cálculo da quantidade de produtos e serviços multiplicados pelos preços. Portanto, se a renda nacional aumentou é porque aumentou o preço ou a quantidade produzida em um período de um ano.
  • Renda a custo de fatores – esta renda considera o produto nacional e seus fatores de produção. Então para ter-se esse indicador, calcula-se o preço de fatores de produção como mão de obra e aluguel de imóveis para produzir bens.
  • Renda pessoal – a renda pessoal é determinada pelo consumo das famílias, ou seja, é o valor dispendido pelas famílias para aquisição de bens de consumo.

A renda familiar é composta de renda recebida pelo fruto do trabalho e que é utilizada para compra de bens, outra parte é solicitada pelo governo pelo recebimento de impostos e outra parte destinada a poupança para investimentos futuros.

Qualidade de vida

A parte da economia que estuda o rendimento das famílias e os mecanismos e controle da politica econômica de um país são responsáveis também pelo estudo da qualidade de vida. Pois a qualidade de vida ou IDH (índice de desenvolvimento humano) estuda o quanto as famílias têm direito à educação, saúde, lazer e cidadania em geral. A principal preocupação e fonte de estudo da economia deve ser o bem-estar e desenvolvimento humano.

Sendo assim, a economia é uma ciência de cunho social.




FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here