E-commerce – Saiba o Que é e Aprenda Como Fazer



E-commerce – Saiba o Que é e Aprenda Como Fazer
E-commerce

Já viu alguma vez a expressão E-commerce? Sabe realmente o que significa? Ou melhor, sabe como se tornar um empreendedor de e-commerce? Acredite, esse segmento está trazendo a independência financeira de muitas pessoas. É cada vez mais comum a busca pela independência financeira através da internet, e isso, nada mais é, do que parte do e-commerce! Quer aprender mais? O E-commerce em uma visão mais restrita seria a venda de eletrônicos, porém, o conceito que utilizamos e “praticamos” de e-commerce se refere a prática de vender ou oferecer algo através do meio digital. Você se sente uma pessoa eficaz? Veja os sete hábitos das pessoas altamente eficazes.

Essa modalidade tem girado milhares de reais no Brasil e no mundo, conferindo a algumas pessoas uma profissão gratificante, bem remunerada e com um horário flexível. Além da soma considerável de dinheiro, a quantidade de pessoas que atuam com o e-commerce cresce exponencialmente, o que demonstra realmente a possibilidade de viver disso.




Contudo, como qualquer negócio, o e-commerce precisa ser bem estruturado e executado, caso contrário você será apenas ‘mais um’ entre os milhões de pessoas que fracassam.

1. Entendendo o E-commerce

Não basta saber um conceito básico sobre e-commerce e pensar que estará pronto para se aventurar, é preciso realmente entender como é na prática todo o seu funcionamento. Para trabalhar com o e-commerce você terá de utilizar um site ou uma forma de página, seja em rede social ou subsidiária, como é o caso do Mercado Livre.

Na verdade, ter uma página talvez seja a parte mais fácil do negócio, porque a quantidade de opção é grande. Veja como montar uma loja virtual. Depois de ter a sua página virtual para começar a trabalhar o e-commerce você precisará aprimorá-la, utilizar os sistemas mais adequados para o seu negócio. Por exemplo, um calculador de frete ou chat online são algumas ferramentas que podem ser aprimoradas ou incluídas no seu site.

Quando uma pessoa visitar a sua página e estiver interessada no seu produto, esta efetuará a compra através de um sistema que você deverá integrar na sua plataforma. Após a confirmação, você irá disponibilizar o seu serviço/produto. Perceba que a simplicidade e praticidade são características do e-commerce. Já pensou em trabalhar em casa? Veja alguns trabalhos em casa aqui.

2. Marketing e propaganda do seu E-commerce

O marketing é o requisito principal para o sucesso de um negócio e-commerce. Pense da seguinte forma, uma pessoa que está necessitando de um produto digita meia dúzia de palavras no Google e aparecem milhares de resultados, ora, a concorrência é mundial, sendo assim, você estará disputando mercado com uma quantidade absurda de concorrentes.




E sabe o que será responsável por você ter ou não clientes? O marketing e propaganda! Mas afinal, o que o marketing irá fazer pelo seu negócio, você sabe? A maioria das pessoas já ouviu falar em marketing, muitas vezes até mesmo utilizam a terminologia, contudo, não sabem realmente o que é, ou até pior, não sabem como utilizá-lo na prática.

Conheça mais sobre o assunto através do nosso artigo 4 ps do marketing. O marketing não é apenas “divulgar” o produto, inclui todo o sistema de promoção, distribuição e venda.

No e-commerce, o foco principal do marketing digital é conseguir tornar seu site ‘acessado’, com um bom fluxo de clientes, e é nisso que você precisa focar seus esforços.

3. Utilizando o marketing no e-commerce

A questão é, como faço para aplicar o marketing e propaganda no meu e-commerce? Quais as formas? O que pode ser melhorado? O primeiro ponto de marketing que precisa ser tratado em um e-commerce é o chamado SEO (Search Engine Optimization). O SEO é a otimização do seu site para que apareça em boas colocações nos motores de busca. Veja, na internet, a forma mais comum de se encontrar algo é através de pesquisas em motores de busca, assim, se você aparecer, por exemplo, na 15ª página ao digitarem o seu produto, de nada lhe adiantará, porque ninguém será direcionado ao seu site.

Veja a diferença entre propaganda e publicidade. De forma resumida mas realmente eficaz, vamos ensinar como melhorar o SEO do seu site. Encontre as palavras chaves certas, por exemplo, caso o seu negócio seja venda de artesanato. As palavras chaves seriam vender artesanato, artesanato, venda de artesanato e etc.


A palavra chave principal deve, de preferência, estar presente na URL do seu site (www.), bem como em títulos e demais áreas. Isso fará com que os motores de busca, ao escanear e indexar suas páginas, leve em consideração a importância daquela palavra chave no seu site.

Consiga fazer com que outros sites e páginas da Web tenham links para o seu site, isso também costuma melhorar bastante a colocação nos motores de busca. Ter um site bem organizado, direto e rápido embora não melhore nas colocações, irá aumentar significativamente a efetividade de vendas e satisfação do cliente.

Lembre-se que o atendimento de qualidade é fundamental. Outro ponto importante debatido é se a descrição da meta auxilia ou não no escalonamento.

A descrição da meta é aquele pequeno resumo que aparece embaixo do link do site nos motores de busca. O que podemos dizer é que, indiferente da questão de escalonamento, fazer uma boa descrição da meta irá aumentar a quantidade de pessoas que acessaram o seu site, afinal, lerão um pequeno resumo que lhes agrada e, consequentemente, clicarão.

4. E-commerce nas redes sociais

As redes sociais estão entre os ambientes virtuais que as pessoas passam mais tempo, podendo ser muito bem exploradas para o e-commerce. Basta acessar as redes sociais para perceber a quantidade de pessoas que estão vendendo algo, ou seja, é uma forma de e-commerce.

Como principais vantagens de trabalhar e-commerce nas redes sociais é que você terá um contato mais direto com o cliente, um custo mais baixo, não precisará se preocupar com a manutenção da página e também não trabalhará o SEO, afinal, seu público serão as pessoas que possuem perfil na rede social. Veja como fazer marketing digital em redes sociais.

Nas redes sociais o seu objetivo é anunciar seus produtos para a maior quantidade de pessoas possíveis, por isso é tão importante estudar marketing viral. Normalmente, as pessoas desejarão os produtos que estão em promoção, assim, ao espalhar “um produto em promoção” você irá conseguir curtidas e compartilhamentos, consequentemente atingindo uma maior quantidade de pessoas.




Nessa modalidade de e-commerce é muito importante que você consiga construir uma ‘confiança e credibilidade’ alta, porque as pessoas terão de transferir/depositar o dinheiro do produto para você, a não ser que possua uma página virtual que as pessoas acessem e efetuem a compra, por exemplo, através de PagSeguro.

5. O que oferecer no E-commerce

Ao se trabalhar na modalidade E-commerce surge uma dúvida bastante comum, afinal, o que oferecer na internet? Quando se pensa em e-commerce, na verdade, pode-se oferecer tudo! Quer vender sapatos? Terá publico para consumir. Roupas infantis? Planilhas contábeis? Enfim, praticamente todos os produtos podem ser comercializados no e-commerce, a questão é, quais realmente valem a pena?

O foco principal de quem deseja fazer sucesso no e-commerce é buscar oferecer produtos ou serviços que tenham bastante demanda e pouca oferta, isso é o ideal. Contudo, devido ao grande número de empreendedores, não é fácil conseguir.

Para conseguir encontrar as melhores opções de negócios uma boa dica é utilizar o Google Adwords. Através de palavras chaves você conseguirá mensurar a quantidade de buscas e concorrência naquela palavra chave. Por exemplo, venda de calçados, você conseguirá ter uma ideia da quantidade de demanda (pessoas que buscam) e da concorrência.

6. Dicas para e-commerce

Para um e-commerce de sucesso é preciso tempo. Você irá disputar mercado com gigantes, que possuem equipes e fazem cursos diariamente para melhorar ainda mais as suas técnicas. Como todo negócio, seu e-commerce exigirá um período até que seja bem indexado nos motores de busca, que tenha o resultado esperado do marketing e que consiga ter a quantidade de vendas necessárias. O importante é a persistência.

Individualize seus produtos, ou seja, especialize-se em algo específico. Por exemplo, quer trabalhar com eletrônicos? A categoria é muito ampla, será difícil se tornar referência, por isso, diminua, procure trabalhar apenas com algumas linhas de produtos. Assim, quando alguém desejar aquele produto X irá visitar logo o seu site, sem contar que a taxa de efetivação de vendas será maior.

Agora que já conhece o e-commerce, está pronto para ter seu negócio?




FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here