Capitalismo e socialismo



Capitalismo e socialismoO mundo se divide de forma econômica e social através de dois sistemas econômicos: o capitalismo e o socialismo.

Estes dois sistemas são marcados por características produtivas e de distribuição de renda que definem os dois sistemas econômicos.




O socialismo talvez seja o sistema econômico de mais difícil compreensão, pois esse sistema é o menos aplicado no mundo e algumas nações que antes eram socialistas passaram a serem nações do sistema capitalista, com um processo mais lento de capitalismo, mas passaram ao sistema capitalista.

A União Soviética é um exemplo de nação que antes era socialista e hoje é uma nação capitalista.

Antes de discorrermos sobre capitalismo e socialismo vamos entender quais os poucos países que fazem parte do sistema socialista, entre esses países estão o Vietnã, Coreia do Norte, Cuba e China.

A China apesar da sua abertura comercial é um país ainda fiel a alguns princípios socialistas, principalmente quando se trata do seu planejamento, quanto à participação dos trabalhadores e outras características do socialismo que ainda fazem parte do cotidiano chinês.

Para entendermos melhor o funcionamento do capitalismo e socialismo, vamos às explicações abaixo:




Mas o que é mesmo socialismo?

Bem, o socialismo é um sistema econômico idealizado para que uma nação compartilhe de igualdade econômica e social, muitas vezes considerada uma utopia.

O socialismo é assim idealizado por pensadores como Karl Marx, que definia o sistema econômico ideal como aquele em que a maior participação e autonomia de decisão fossem dadas aos trabalhadores, diminuindo assim o controle do estado.

Características do socialismo

Os maiores idealizadores do socialismo foram Karl Marx e Engels, para esses pensadores o socialismo genuíno acabaria com as consequências e efeitos negativos sociais que advém da desigualdade na distribuição de rendas.

As características do socialismo, na verdade se fundamentam em filosofias e ideologias voltadas para:


  • A distribuição equilibrada de riquezas, a fim de que a sociedade experimente um estilo de vida mais justo, com direitos iguais a posse de bens.
  • Outra característica do socialismo é a queda da Burguesia, sem que haja lucro com a exploração de trabalhadores.

No sistema capitalismo seria possível a tão sonhada ascensão dos trabalhadores que teriam seus proventos igualados aos dos patrões.

  • Mais uma característica do socialismo é formar uma sociedade sem classes sociais, através da igualdade na distribuição de rendas.

No sistema socialista, não há o objetivo de acúmulo de riquezas e lucro, em consequência disso, muitos países passaram por dificuldades financeiras e econômicas, fazendo com que o sistema entrasse em falência e logo decidiram optar pelo capitalismo.

A Rússia devido à crise no sistema socialista foi a primeira nação a deixar o sistema e logo depois os países da Europa Oriental.

O capitalismo

O capitalismo é um sistema bem antigo, pois sua origem é o próprio sistema feudal em que o sistema econômico era baseado na terra. O senhor feudal recebia a propriedade para trabalhar e gerar benefícios próprios para si e sua família em troca das obrigações com a Coroa, ou seja, com o reinado.

Nesse tipo de economia existia quem cedia à terra que era o suserano, o vassalo que recebia e se tornava senhor feudal e os servos que eram a base da pirâmide do sistema e que trabalhava para o consumo que era local.

Este sistema, porém, foi enfraquecido pelas revoltas dos servos, o que deu espaço para o surgimento do absolutismo.

No absolutismo permitiu também que o sistema de isolamento do consumo local gerasse uma maior expansão e assim tudo que era produzido seria comercializado em outras regiões.




Logo a terra passou a ser propriedade de quem a adquirisse a troca de bens ou moeda, em consequência disso, veio o trabalho assalariado dos trabalhadores rurais.

Surgindo assim, um sistema em que o trabalho é remunerado e as formas de produção se expandem, como também as formas e locais de vendas, o que originaria o sistema econômico atualmente unanime que é o capitalismo.

Então, capitalismo significa produzir para muitos, vender para maior quantidade possível de pessoas, lucrar mais, pagar salário aos trabalhadores e respeito à propriedade que pode constituir um bem de produção.

Da produção agrícola foram surgindo novas técnicas de produção, novos produtos e com isso, o longo mais definitivo processo que chama de revolução industrial.

As ideologias do capitalismo

O capitalismo tem como ideologia o desapego à imposição da burguesia quanto ao sistema de ganhos, tendo como ideologia o ganho através do trabalho e capacidade produtiva.

Então, o capitalismo é corrente para a democracia com um estado neoliberal que cria condições para compra e venda de forma ilimitada.

O capitalismo no Brasil

Como o capitalismo de forma política deve considerar um estado liberal pautado na democracia, digamos que o Brasil exerceu por anos um capitalismo deficiente marcado pela ditadura, militarismo, colonialismo e trabalho escravo.

Atualmente, o país caminha para um capitalismo mais inteiro, pois considera a globalização, a abertura do comércio internacional e o desenvolvimento social e econômico.

Revolução Industrial

A Revolução Industrial é uma das passagens senão a passagem mais importante para o capitalismo moderno, pois é quando os meios de produção passa da manufatura para a produção mecânica, o que gera a produção intensificada e em massa, possibilitando que as fábricas consigam produzir mais, de forma padronizada para vender para um maior número de pessoas.

Com esse mecanismo, os trabalhadores que antes eram da manufatura e agricultores foram para o trabalho fabril em busca de melhores chances de trabalho, o que ocorreu, porém, é que a revolução industrial trouxe consigo o trabalho com jornadas intermináveis, cansativo e repetitivo, em ambientes não propícios, com um salário baixo e sem o atendimento da legislação trabalhista, que não individualizava o trabalho infantil e o trabalho da mulher.

Esse sistema, contudo, entrou em crise e a revolução industrial se deve muitas das leis existentes, como a jornada de oito horas por dia e outros direitos trabalhistas.

Características do capitalismo

Entre as principais características do capitalismo, estão:

-O lucro: o lucro é um dos principais motores de produção no sistema capitalismo e para obtenção do lucro, o sistema visa acúmulo de capital e diminuição de custos.

-Propriedade Privada: a propriedade privada pertence ao cidadão individual e serve para o próprio desfrute ou na produção de bens.

-Economia de mercado: de forma subjetiva e que acaba se tornando prática é o mercado que regula o sistema capitalista, com o controle de estoques, de preços e etc.

-Divisão de classes:as classes sociais no capitalismo são diversas. Os donos e altos colaboradores fazem parte da classe A e constitui uma minoria que possuem alto nível de renda, a classe B ou classe média alta é marcada por empresários ou trabalhadores que conseguiram uma renda melhor e uma qualidade de vida também melhor, e até certo status social. Já a classe C é uma classe trabalhadora assalariada ou de autônomos que sonham com uma qualidade de vida melhor e maior poder de compra e status social.

Uma das maiores características do capitalismo é a luta de classes, pois os cidadãos sempre almejam pertencer a uma classe mais alta que a sua na pirâmide social.

Concluindo, vemos que o capitalismo ou socialismo pode se constituir em um sistema justo, desde que o trabalho seja valorizado e que a remuneração seja justa e digna, não haja trabalho escravo e que as empresas não explorem o consumidor revendendo produtos ou serviços com alto preço e baixa qualidade, e os governos concentrem esforços para que a qualificação dos trabalhadores acompanhe a globalização e assim todos tenham um trabalho digno e renda.




FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

2 COMENTÁRIOS

  1. Há contrastes profundos entre os dois sistemas, um que mata os vizinhos e outro que deseja que os vizinhos morem juntos. Claro que após anos, fui me render ao capitalismo, entendi que apesar do socialismo ser bom, precisa de um engajamento maior de todos, o que nem sempre é possível. Do outro lado o capitalismo possui falhas que poderiam ser sanadas, mas que por necessidade de manutenção de poder, esses erros ficam sendo perpetuados.
    Dou meus parabéns a equipe e ao autor do artigo.

    :
  2. Na verdade, a maior parte das distorções do capitalismo, deve-se ao fato de serem reações às reformas socialistas. O socialismo vai impondo “direitos” que precisam ser acatados pelo sistema tradicional, e estes “direitos”precisam ser compensados financeiramente de alguma forma. Já o sistema socialista quebra sempre, levando populações inteiras à miséria, independente de quão rico seja o país.

    :

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here