planejamento financeiro



planejamento financeiro
Tudo sobre planejamento financeiro. Aprenda e melhore na sua empresa e vida pessoal

Planejamento Financeiro

Um dos principais indicativos de que uma empresa está sendo bem sucedida no mercado é a sua saúde financeira, ou seja, se ela está gastando mais do lucra é sinal de que algo está errado. Por isso, é necessário fazer um planejamento financeiro, que serve para colocar em ordem todas as receitas e despesas da empresa, determinando com detalhes o destino do capital que gira no negócio.

O planejamento financeiro caracteriza-se como uma projeção de receitas e despesas, que tem como objetivo identificar a situação econômica em que uma empresa se encontra. A partir dos resultados obtidos no planejamento financeiro é possível elaborar uma estrutura de aplicação do dinheiro disponível no negócio, direcionando o uso do capital para evitar eventuais desperdícios de recursos.




Elaborar um planejamento financeiro é fundamental para toda e qualquer empresa, independente do nicho de atuação ou porte. Com esta estratégia,  o negócio pode organizar as suas finanças, tendo o controle total de quanto tem em caixa, quais são os valores que saem e entram e qual é a finalidade para a qual o seu dinheiro está sendo usado. Acompanhe abaixo mais informações sobre como fazer o planejamento financeiro da sua empresa.

1. Por Que Fazer o Planejamento Financeiro da Empresa

– Conhecer a Situação Financeira da Empresa

Um dos principais motivos para fazer o planejamento financeiro é para conhecer a situação em que a empresa está. Muitos negócios são negligentes com as suas finanças e só deixam para estudá-las quando já estão com a corda no pescoço, ou seja, devendo muito mais do que lucrando e à beira da falência. Através do planejamento financeiro, a empresa tem a oportunidade de se conscientizar de todas as questões que envolvem o seu capital, podendo se preparar melhor para o futuro.

Durante a elaboração do planejamento financeiro, o empresário lista com detalhes todo o dinheiro que entra na empresa em forma de lucro, quais são os gastos fixos e variáveis mensalmente, quais são os custos de operação, os valores destinados a investimentos, o que permite ter um panorama completo do negócio.

– Controlar as Finanças do Negócio




Através do planejamento financeiro, a empresa conhece todos os valores disponíveis no  caixa da empresa, o que a permite ter um maior controle das suas finanças. Dessa maneira, é possível saber o quanto de dinheiro entra e sai e em que ele está sendo empregado, evitando gastos desnecessários ou que não tragam retorno para o negócio.

Com o controle das finanças, o empreendimento pode organizar-se melhor para fazer os seus planejamentos estratégicos, sabendo exatamente quando pode fazer novos investimentos e qual o valor que pode aplicar sem comprometer o seu orçamento mensal.

– Realizar Projeções

planejamento financeiro
O planejamento financeiro exige que sua empresa faça projeções de lucros e custos para se estruturar corretamente

Uma empresa bem preparada é aquela que sabe o quanto lucra e gasta na atualidade e o quanto irá lucrar e gastar no futuro. Ao elaborar o planejamento financeiro, o negócio obtém as informações necessárias para projetar os seus ganhos e gastos no futuro, basta analisar como tem sido a constância dos valores que entram e saem do caixa da empresa.

Por meio da realização das projeções, o empresário pode evitar se pego desprevenido caso aos gastos e custos de operação aumentem, além de poder se programar para fazer novos investimentos e expandir as suas atividades conforme os valores que entram em forma de lucro no caixa.


– Supor Custos

Ao longo da sua existência, a área financeira de uma empresa se depara com custos fixos e variáveis, ou seja, aqueles que estão presentes no orçamento todo o mês como os salários dos funcionários e as compras dos fornecedores e os que ocorrem ocasionalmente como adquirir novos equipamentos de trabalho e a contratação de mão-de-obra temporária.

Com a utilização do planejamento financeiro é possível fazer a suposição de custos que a empresa terá nos próximos meses, fazendo uma reserva financeira para que possa custear as atividades fixas ou variáveis que são necessárias para o seu bom funcionamento sem o perigo de entrar em endividamento.

– Reconhecer as Oportunidades Para Direcionar o Negócio

A partir do momento em que a empresa faz o planejamento financeiro e passa a controlar os seus gastos e lucros, ela tem mais autonomia para economizar e fazer sobrar dinheiro em seu caixa. Tendo verba sobrando, o negócio fica livre para reconhecer as oportunidades para se direcionar. Assim, pode-se desenvolver projetos a longo prazo, investindo o seu dinheiro sem desfalcar o seu orçamento.

2. Como Fazer o Planejamento Financeiro

Reconheça a Situação Atual da Empresa

O primeiro passo para fazer o planejamento financeiro é reconhecer a situação atual da empresa. Para que isso seja possível é necessário que o negócio avalie o tempo de atuação no mercado, o tipo de serviço que presta, qual é o público-alvo, a comunicação que realiza, os pontos fortes e aqueles que precisam ser melhorados.




Em seguida, a empresa também deve fazer um levantamento do seu patrimônio, considerando todos os bens que são de sua propriedade. Através deste balanço, a empresa pode definir com melhor precisão o tipo de planejamento financeiro que deseja fazer. Por isso, é indicado colocar todos os valores disponíveis no negócio em uma planilha.

Prever Cenários Diferentes Para o Negócio

Uma empresa não pode advinha o futuro, mas pode se preparar para enfrentá-lo sem maiores transtornos. Sendo assim, a segunda etapa do planejamento financeiro empresarial consiste em prever cenários diferentes para o negócio, levando em consideração as variáveis do seu nicho de atuação, ou seja, as tendências do mercado.

Nesta etapa, também é recomendado que a empresa faça um alinhamento entre as suas receitas e a sua estrutura de gasto, comparando se o dinheiro disponível em caixa está compatível com os custos de operação. Através do resultado desta comparação, o empresário pode estabelecer novos valores da receita média mensal, bem como quanto deverá ser empregado para suprir as despesas fixas e variáveis.

Definir o Objetivo Financeiro da Empresa

Após conhecer e listar as suas receitas e gastos, a empresa tem que traçar um plano de ação para garantir que o planejamento financeiro seja encerrado com sucesso. Por isso, comece definindo qual é o objetivo financeiro do negócio como, por exemplo, sanar determinada dívida, economizar certa quantia em dinheiro, iniciar um novo projeto que requer investimento, entre outros.

Mapear as Ações Necessárias

planejamento financeiro
Faça um mapeamento das ações e conste no planejamento financeiro

Depois de ter definido o objetivo financeiro que a empresa tem é preciso mapear as ações que não necessárias para atingi-lo. Por exemplo, para fazer sobrar dinheiro em caixa, o empresário tem que cortar custos em determinadas áreas do negócio, ou criar uma política para aumentar as suas vendas. É importante que todas as ações para atingir a meta sejam descritas no planejamento financeiro.

Criar Um Cronograma Para Atingir o Objetivo

A etapa final do planejamento financeiro consiste em criar um cronograma para atingir o objetivo estipulado. O cronograma deve ser realista, levando em consideração o tempo que a empresa levará para obter o dinheiro que precisa ou que receberá o retorno do investimento que está fazendo.

Mensurar Resultados

O planejamento financeiro deve ser feito periodicamente como, por exemplo, para organizar cada semestre de atividades da empresa ou para realizar um novo investimento. Para compreender o desempenho da empresa durante este período, o ideal é mensurar os resultados obtidos através do planejamento financeiro, analisando se o objetivo foi atingido e de que forma isso aconteceu, o que permite corrigir os erros e potencializar os acertos.




FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here