Empreendedorismo: Fatores que interferem no sucesso ou insucesso das MPEs



Empreendedorismo: Fatores que interferem no sucesso ou insucesso das MPEsTrabalho apresentado ao XIII Simpósio de Excelência de em Gestão e Tecnologia, pelos autores Anderson Soncini Pelissari, Juliana Barreto de Souza, Inayara Valéria Defreitas Pedroso Gonzalez, Susane Petinelli Souza, Julia Bellia Margoto.

Após análise do estudo citado acima, compreende-se que as micro e pequenas empresas estão ganhando espaço no mercado, o que gera a cada ano um numero muito grande de novas empresas atuantes em diversos ramos. No entanto há um aspecto preocupante: apesar do destaque proporcionado pelo empreendedorismo, grande parte dos novos negócios não se mantêm por muito tempo.




Devemos portanto aprofundarmo-nos nesse aspecto, para compreender melhor os reais motivos que interferem no sucesso ou insucesso das micro e pequenas empresas. Esses novos empreendimentos são de grande relevância no Brasil, uma vez que os mesmos são cada vez mais comuns em nosso país.

Um dos principais pontos a serem observados são as características que o empreendedor possui, sendo que isso pode tanto contribuir para a vida útil da empresa como determinar o seu fim. Outro fator de grande relevância é conhecer profundamente o setor escolhido para investir.

Alguns aspectos que podem contribuir para o sucesso da empresa.

Durante o estudo observou-se a importância da qualificação diante do mercado cada vez mais competitivo. Outro aspecto importante é a organização, uma empresa que não obtém esta característica, não conseguirá suprir as necessidades de seus clientes.

Inovar. Esta é a palavra chave diante do cenário atual do mercado. A concorrência esta cada vez maior, e garante seu espaço aquela empresa que investe em inovação e não tem medo de assumir novos riscos.




Fatores que contribuem para o insucesso das micros e pequenas empresas.

Em primeiro lugar, uma empresa que não possui foco, terá seu tempo de vida reduzido a nada. Ao tomar a decisão de investir numa empresa, é necessário antes de tudo ter foco. Uma empresa que não foca em algo especifico, não possui uma estrutura capaz de se manter, o que reduz o seu tempo de sobrevivência no mercado.

Outro fator importante está no processo de planejamento, assim seu empreendimento estará mais preparado para enfrentar as dificuldades futuras, que de fato não serão poucas.

Após tal análise, chegamos à conclusão que situações em que empresas sem preparo não sobrevivem no mercado são realmente muito comuns.

Analisadas as micro e pequenas empresas que se mantiveram no mercado, identificamos como pontos de partida as qualidades citadas acima, entre elas, qualificação, organização e foco.


Observando que ao planejar com clareza um empreendimento, o empreendedor terá mais segurança, o que de certa forma garante a possibilidade de prever análises futuras da empresa.

A inteligência empregada na utilização dos recursos que a empresa possui também se caracteriza como ponto importante que mantém a sobrevivência da empresa. Além do bom gerenciamento, que também se caracteriza como aspecto importante para manter a sobrevivência de um empreendimento.

Em contrapartida, ao analisar empresas que não obtiveram tanto sucesso no mercado, observamos que as características citadas anteriormente devem andar em conjunto, uma vez que uma será o complemento da outra.

Desta forma, conclui-se que apesar de existirem inúmeras empresas com características internas e externas distintas, existem os pontos que são essenciais e que interferem no sucesso ou insucesso das empresas, pois ao subestimá-los pode-se colocar em risco a sobrevivência do seu empreendimento.




FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here