Contabilidade social



Contabilidade socialA contabilidade social é destinada a contabilizar os fatos que são característicos e compõem a economia mundial.

É pela contabilidade social que um país analisa se o crescimento econômico de forma quantitativa ou qualitativa.




Contabilidade social surgiu em meados do século XVII com a proposta de se avaliar a renda nacional e com os instrumentos de produto, renda, despesa, a preços de mercado, a custo dos fatores e etc.

Na contabilidade social trabalha-se com espaço de tempo e fluxos, ou seja, é contabilizado tudo o que foi produzido, vendido, comprado e poupado. Dessa forma, surgiu o termo balanço nacional, o balanço nacional objetiva levantar ativos, passivos e estoques existentes.

Sistemas de contabilidade social

Entre os sistemas de contabilidade social estão:

-Renda nacional: a contabilidade da renda nacional foi desenvolvida na Inglaterra e busca contabilizar a atividade econômica do país com uma descrição geral e de forma quantitativa.

Na contabilidade da renda nacional a atividade principal é estruturar as contas de com os componentes: produto, despesa e renda. Com o intuito de descrever bens e serviços produzidos em um espaço de tempo. Exemplificando cada um dos componentes da renda nacional tem-se:




Fluxo circular entre produto, renda e despesa, com as famílias como unidades fornecedoras e empresas como unidades produtoras e mecanismos de fatores de produção, estoques e tempo.

Os fatores de produção considerados na contabilidade social são: o trabalho, o capital e matérias-primas.

No fluxo circular e nos sistemas de produção são os fatores de produção que pagam ás família as uma remuneração igual a salários, alugueis, juros e lucros.

Veremos agora de forma explicativa mais sobre cada um dos componentes da contabilidade social:

-Produto: para se calcular o produto é necessário que se reúna tudo o que foi produzido em bens e serviços durante um período.


-Renda: a renda consiste no total da remuneração que é pago ás famílias em decorrência do fornecimento dos fatores de produção em razão da elaboração dos produtos, ou seja, a renda devida pela venda da força de trabalho.

-Despesa: tem-se como despesa como gasto relativo das famílias ao consumirem produtos serviços.

Vamos detalhar mais sobre os componentes da contabilidade social. Os produtos podem se dividir em duas definições, como o produto de um país constitui a soma de bens e serviços que sejam finais em um determinado período, com a adição nos setores econômicos em um processo produtivo.

A despesa

Para ter-se despesa é necessário que se tenha produção, portanto, existem despesas de consumo e despesas de capital.

-Despesas de consumo pessoal: as despesas de consumo pessoal constituem despesas com bens e serviços finais e que foram eliminados ou gastos dentro de um determinado período.

Esses bens de consumo final podem ser perecíveis ou duráveis.

-Formação de capital: as despesas de formação de capital são despesas responsáveis por acumular riquezas em um país.




Essas despesas são formadas por capital fixo ou de investimentos:

-Formação de capital fixo: essa despesa compreende um conjunto de despesas que requerem aumentar a riqueza de um país com a produção de bens duráveis.

São exemplos de formação de capital fixo produtos como: construção de casas e fábricas, máquinas, equipamentos.

-Variação de estoques: a variação de estoques compreende o acréscimo ou diminuição da riqueza nacional durante um determinado período.

Renda

A renda constitui toda soma dos pagamentos que são recebidos pelos proprietários dos fatores de produção em um determinado período. Renda não é transferência de ativos, a renda representa toda a soma auferida com a atividade produtiva.

Renda nacional é uma soma dos recebimentos de salários, aluguéis, juros e lucros.

Faz parte da renda a soma dos produtos criados no sistema econômico que compõem:

-Salários: faz parte dos salários todos honorários, bônus, comissões e outros.

-Alugueis: alugueis recebidos e renda gerada pelas propriedades.

-Lucros: é a soma de todos os lucros de firmas privadas ou não.

Já que renda é a soma dos valores recebidos pelos fatores de produção, tem-se que entre os valores recebidos existem também os valores adicionados, que são valores a serem adicionados em cada estágio da produção. Ou seja, o valor adicionado significa o valor da produção menos as compras de bens e serviços.

Renda disponível e renda pessoal

A renda disponível é aquela em que o indivíduo tem á disposição para consumir ou para investir.

Essa renda é igual a renda nacional, mais transferências menos os impostos.

Equilíbrio contábil e função social

A função das contas públicas tem valor essencialmente social e por isso, precisa de equilíbrio para manter a sustentabilidade, por isso, o equilíbrio sugere os seguintes indicativos em sistemas:

-Sistemas de produtividade: esse sistema visa atender ás necessidades com o uso eficiente dos meios que são componentes da riqueza e que promovem racionalidade e otimização de matéria e de energia.

-Sistema de elasticidade: este sistema requer a adaptação da riqueza com recursos que promovem qualidade e inovação.

-Sistema de sociabilidade: este sistema atende ás necessidades com interações de participações internas e externas e que satisfaçam as expectativas de toda a sociedade com produtividade justa e ética.

Balanço de pagamentos

O registro de transações econômicas durante certo período.

A estrutura básica do balanço de pagamentos engloba transações correntes e conta de capital e financeira.

As transações correntes compreendem:

  • Balança comercial (BC);
  • Balança de serviços (BS);
  • Balança de rendas (BR);
  • Conta capital e conta financeira;
  • Erros e omissões.

A balança comercial é o registro de transação mais importante para um país, pois registra as operações de importação e exportação.

O saldo da balança de pagamentos é a diferença entre exportações e importações. Ou seja, a diferença entre o que o país consegue vender menos o que o país necessita comprar.

Saldo de transações

Outro saldo de transações nacionais é o saldo de transações correntes com a composição:

  • TC = Saldo do BP em transações correntes;
  • BC = Saldo da balança comercial;
  • BS = Saldo da balança de serviços;
  • BR = Saldo da balança de rendas;
  • TUC = Saldo de transferências unilaterais correntes;

Ou seja, a equação consiste:

  • TC = BC + BS + BR + TUC.

Portanto, a contabilidade social aconselha expor valores que expressam as quantias das transações econômicas verificadas em determinada economia nacional.




FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here