Orçamento familiar



Orçamento familiarO orçamento familiar tem a função de educar para o planejamento em finanças. Essa reeducação quanto á gestão do capital doméstico é bastante útil, pois possibilita que a família gaste com responsabilidade e ainda poupe para investir em algo realmente importante e duradouro como a casa própria ou então um carro.

Objetivos do orçamento familiar

O orçamento familiar deve ter como objetivo:




  • O consumo com segurança – isso significa consumir com responsabilidade levando em conta os riscos do mercado de crédito e empréstimos, assim o consumidor terá mais responsabilidade antes de contrair dívidas e contratar empréstimos com altas taxas de juros.
  • Preparação para imprevistos – o planejamento orçamentário familiar deve preparar a família a resolver de forma mais satisfatória os imprevistos, e imprevistos que podem ser configurados como acidentes, doenças, emergências e outros imprevistos que demandam gastos.
  • Planejamento para o futuro – este planejamento orçamentário é obtido a partir da maturidade do orçamento familiar em planejar gastos e reserva de capital para gastos futuros com investimentos importantes e gastos com imprevistos.

O planejamento orçamentário deve vislumbrar o futuro e por isso, um planejamento orçamentário em longo prazo deve vislumbrar eventos como cursos universitários, a faculdade dos filhos, realização de um MBA e planejamento para uma aposentadoria tranquila.

Sabendo que investir é o necessário para aqueles que pretendem realizar sonhos e objetivos de curto e longo prazo.  Para isso, é necessário dedicação e disciplina e a primeira etapa do orçamento familiar é a montagem de planilhas, pois, as planilhas fortalecem o planejamento mensal de contas a pagar e a receber.

Para montar uma planilha não é necessário um trabalho complexo ou longo e em poucos minutos, é possível que a planilha esteja montada com custos e receitas.

E quando o leitor tiver tempo é bom dar uma olhada nas planilhas e comparar quais os gastos que são responsáveis pela maioria das despesas mensais e se estas despesas são mesmo necessárias.

Montando a planilha

Monte uma planilha com uma coluna para salário e outras fontes de renda e outra planilha para despesas fixas e variáveis.




As despesas fixas são aquelas datadas que vêm todo mês e possuem contas como aluguel, prestação da casa ou do carro, impostos, mensalidades e outras despesas mensais.

Já as despesas variáveis são despesas com compras de supermercado, gastos com lazer, combustíveis, com consultas, remédios, roupas, estética e outros gastos.

A planilha orçamentária deve ser elaborada no Excel com a contabilidade de janeiro a dezembro. A organização em planilha é útil para que as famílias não se esqueçam das obrigações com contas a pagar e ainda tenham um paralelo sobre gastos excessivos e o aumento ou diminuição na renda total da família.

Orçamento familiar e comportamento

O orçamento familiar é como o orçamento empresarial está relacionado à cultura e comportamento empresarial, até porque orçamento tem haver com consenso, com coordenação e integração.

De forma que, todos devem concordar sobre economizar e sobre objetivos em comum, daí é necessário que toda a família esteja unanime sobre como economizar para realização dos objetivos.


É verdade, portanto que o orçamento familiar tem o poder de unir ou separar os casais, sendo ideal que os casais encontrem uma sintonia para enriquecer juntos.

Voltando ao assunto de planejamento orçamentário em planilhas, considere que a família pode estar perdendo grandes oportunidades de economizar por conta do excesso de consumo e falta de planejamento quanto a gastos que são dispendiosos e acabam não satisfazendo a necessidade da família quanto á educação, lazer, saúde e segurança.

Economia diária

Os gastos excessivos das famílias nem sempre são representados por gastos que oferecem á família lazer e satisfação. Pois os gastos excessivos podem ser representados por consumo rotineiros e que poderiam ser evitados como desperdício de comida, compra de produtos de forma esporádica e sem necessidade.

Portanto, na planilha orçamentária deve ser também registrados os gastos com datas comemorativas como natais, aniversários, dia das crianças e outros. Datas comemorativas representam um motivo a mais para os gastos familiares.

Esse exercício é fundamental para que as pessoas compreendam que além dos gastos rotineiros existem gastos com presentes pra familiares e amigos e para mimos próprios. Esses gastos fogem ao controle e passam despercebidos, por isso é necessário treinar os olhos para enxergar como é benéfico o controle de gastos e como esse dinheiro poderia ser aplicado de forma mais inteligente.

Por exemplo, ao invés de comprar brinquedos caríssimos no dia das crianças, que tal comprar brinquedos mais baratos e assim economizar para visitar a Disney nas férias.

E quanto às mulheres, quantos gastos não são feitos com roupas e sapatos apenas para abarrotar o guarda-roupa, imagine se esse dinheiro fosse aplicado em aulas na academia ou então em uma viagem ao Caribe.




Dessa forma, uma economia com visão de longo prazo poderá trazer mais benefícios e qualidade de vida do que uma economia com visão de curto prazo e gastos esporádicos.

Como estabelecer objetivos familiares

Assim como empresas as famílias devem encontrar objetivos em comum para alcançar resultados.

Os objetivos devem possíveis, éticos e fazer parte da realidade de todos os membros da família, ou seja, objetivos a serem compartilhados.

Com objetivos compartilhados as famílias encontrarão maior facilidade para entrar em um acordo no momento de estabelecer metas financeiras e assim estabelecer o quanto se deve poupar e quais os gastos que devem ser cortados. O importante é que a família se ajude mutuamente e crie o hábito de não sobrecarregar apenas um membro responsável pela maioria dos gastos e ainda que a família encontre sustentabilidade para alcançar seus objetivos com diálogo, entendimento e educação financeira.

A educação financeira é um assunto de extrema importância e mesmo assim não faz parte do currículo das escolas de ensino médio e nem superiores.

Por isso, o orçamento familiar é um aprendizado que deve ser buscado de forma independente, para isso acesse o site de bancos e leia sobre produtos oferecidos de sua importância, compre revistas sobre economia e finanças e se forme sobre taxas, investimentos, aplicações e inflação e entender mais sobre economia e finanças pode não ser a tarefa mais prazerosa, mas o bolso agradecerá.




FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here