O que é administração



O que é administraçãoA administração é a arte ou a ciência e, como dizia Peter Drucker, administração é prática. O autor dizia isso se referindo ao fato de que a administração tem haver com experiência prática.

Dessa forma, tem-se que administração é o exercício constante de comandar uma empresa, utilizando e empregando da melhor forma possível seus recursos e adaptando-os a busca dos resultados almejados.




Quem administra é o administrador, que é o profissional responsável pela gestão eficiente dos recursos da empresa e ainda responsável por tomar decisões acertadas.

Para administrar uma empresa é necessário saber gerir uma organização que é a equipe, e não só o administrador deve fazer uso dos seguintes princípios: fixação de objetivos, análise, avaliação de problemas, busca soluções de problemas, alocação de recursos, tomada de decisões, negociação, controle e outras atividades.

Áreas da administração

Para administrar uma empresa é necessário organizar a empresa em diversas áreas, cada uma com sua área de competência e conhecimentos específicos: finanças, produção, marketing e Recursos Humanos.

Por isso, o curso de administração é um dos mais completos que existe, no curso de administração se estuda ciências humanas, ciências exatas como filosofia, sociologia e outros.

O curso de administração deve formar um administrador capaz de tomar decisões, calcular, planejar, analisar; e por isso, o curso é abrangente e busca formar um profissional dinâmico e capaz de ponderar racionalmente sobre diversas situações.




A tendência dos cursos de administração é oferecer cursos e MBA que discutam temas como inteligência competitiva, inteligência emocional, a gestão de pessoas, a gestão sustentável, a gestão do conhecimento e outros.

Ou seja, de acordo com que a administração vai evoluindo o curso também evolui e cria assim novos conceitos, teorias, escolas e temas.

Tópicos interessantes de administração

A evolução da administração é uma das características principais da administração, é a capacidade de mudar de acordo com as tendências do mercado e necessidades dos clientes e da própria empresa.

Mesmo sabendo o quanto a administração evoluiu alguns cursos ainda ensinam doutrinas ultrapassadas da administração, guiando a uma gestão no caminho errado.

Para início, é necessário desmistificar os paradigmas antigos da administração, dentre o conjunto de premissas que evoluíram. Vejamos:


-Há somente uma maneira correta de conduzir a empresa: essa premissa é falsa, pois no mercado existem várias formas de dirigir uma empresa, vários modelos de negócios e vários estilos de gestão que cabem em cada tipo de organização, a depender da realidade de cada empresa.

Outra premissa falsa é quanto á aplicação das técnicas e metodologias da administração serem aplicadas somente nas organizações, sendo que essas premissas podem ser aplicadas também em ONGs, organizações sem fins lucrativos, organizações sociais e até na vida pessoal, na qual há situações que necessitam organização, planejamento e decisão.

-Para administrar pessoas é necessário controle: essa premissa é falsa, pois a administração moderna enfoca a importância da delegação de responsabilidades, trabalho em equipe e liderança ao invés de autoridade.

-Tecnologias e mercados são específicos: essa premissa não é verdadeira, pois para cada organização existem várias tecnologias e vários mercados a serem desbravados.

-O ativo mais importante de uma empresa são os bens de capital: essa premissa é antiga, pois na recente gestão para ser competitivo, é necessário que a empresa tenha a seu dispor capital intelectual e capital humano, como os mais importantes para gerir um negócio.

-O foco da empresa deve ser interno: essa crença pertence à teoria clássica da administração e é falsa, pois o foco da organização é o mercado, sendo que é do mercado que vêm as oportunidades, a clientela e a concorrência.

-O ambiente da administração é nacional: a realidade das organizações atualmente é estarem inseridas em um ambiente globalizado, portanto deve-se considerar o mundo inteiro como ambiente de negócios.




Existe uma organização que seja correta

Atualmente, as organizações devem estar organizadas não só para alcançar objetivos, como também lidar com crises.

Dessa forma, não existe apenas uma administração correta e apenas um estilo de gestão correto, pois como a gestão deve ser dinâmica para acompanhar as mudanças no mercado, as empresas devem ter a sua disposição diversas ferramentas e metodologias capazes de verificar o desempenho organizacional e medir o quanto a empresa está atrás ou avançada diante do contexto de qualidade, competitividade e outros.

Nesse aspecto, não há organizações perfeitas, mas com certeza em maior ou menor grau todas elas contribuem para o desenvolvimento da administração.

Esse é o caso da Toyota que contribui com o mundo da administração com o tipo de produção mais limpa, com menos desperdício, gestão de estoques com economia e ambiente propício à produtividade. Esse modo de produção revolucionou as fábricas, pois requer organização, economia, corte de custos e eliminação de retrabalhos.

Administração moderna

Não há dúvida de que a administração de empresa continua a evoluir, e para entender como a gestão chegou ao que é atualmente, é necessário fazer um estudo da administração moderna.

A administração moderna surgiu desde os anos 70 na época da qualidade mínima e preço acessível, esses eram, portanto, os requisitos mínimos para que as empresas fossem competitivas.

Nessa realidade, o contexto da concorrência era frágil e a criatividade era limitada, isso fazia com que administrar empresas pudesse ser realizado com os “olhos fechados”.

Nos anos 80, a realidade da gestão começa a evoluir para um patamar de inovação com produtos de qualidade e preço acessível.

Na década de 80, administrar começou um processo de entender a competitividade e inovar com qualidade para obter sucesso, o que deu um salto na indústria que se tornou mais moderna, oferecendo produtos mais inteligentes com desenho mais interessante com maior senso de estética.

Surge então a época de conhecer bem a empresa que gerencia e administra patrimônio e capacidade produtiva.

Anos 90: o foco no cliente

Nos anos 90, a administração passa por uma revolução sem volta, pois é necessário para obter sucesso entender o cliente e era nisso que as empresas estavam errando.

Enquanto nos anos 80 as empresas lançavam moda, nos anos 90 essa característica não era mais realidade, pois, por mais simples que seja a necessidade do consumidor ela deve ser compreendida, porque é o atendimento dessa necessidade que gera vendas.

Com essa preocupação, as empresas começaram a produzir produtos que atendessem a necessidade dos consumidores com inovação que fosse realmente útil ao consumo e que alinhassem tecnologia, beleza e funcionalidade.

Sabendo que existe um valor mínimo para que os consumidores paguem por aquilo que acreditam ser o melhor para eles.

Como vimos, a administração de empresas avançou bastante, atualmente tem-se uma administração voltada para o atendimento às necessidades dos consumidores, que considera os colaboradores como responsáveis pelo sucesso da empresa e uma produção voltada para a sustentabilidade e responsabilidade social.




FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here