Recorde em Inovação



    Recorde em InovaçãoA tecnologia não para de caminhar para frente e as ideias feitas a partir dela também não, resultando em recorde em inovação. Um reflexo dessa realidade pode ser conferido na grande quantidade de pedidos de patentes e licenciamentos feitos no último ano. O Relatório de Atividades 2012 da Agência de Inovação Inova Unicamp traz essas informações e comprova isso. No ano de 2012, foram feitas 107 indicações de invenções, 73 solicitações de patentes no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) e 13 contratos de licenciamento de tecnologias. Esses números chamaram a atenção de pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que ficaram bem contentes com o resultado.

    Recorde em inovação abre novas áreas

    O ano passado foi destaque devido aos resultados expressivos que ultrapassaram os números anteriores no que se refere às inovações, além de novas áreas terem se destacado bastante, segundo Patrícia Magalhães de Toledo, diretora de Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia da agência, e o diretor executivo da agência, Roberto de Alencar Lotufo, ambos com depoimentos no relatório.




    Com tudo isso, hoje a Unicamp conta com 63 licenciamentos ativos. A diretora diz que o contrato de licença de exploração é essencial para a tecnologia chegar à população e isso beneficia toda a sociedade.

    O documento  traz os resultados de projetos que ajudaram e muito o recorde de inovação, mas além disso, o relatório demonstra que há mecanismos no desenvolvimento da inovação, como a parceria da Unicamp com a Universidade de Cambridge, no Reino Unido, por exemplo.

    Recorde em inovação quer chegar a todos

    Entre tantos projetos , são muitos os que chamam atenção pelo impacto positivo que podem ter em diversos setores da economia. Um exemplo é um corante natural produzido pensado na indústria de tecidos. Ele é  feito a partir dos resíduos da exploração do eucalipto e o seus responsáveis são o professor Edison Bittencourt, da Faculdade de Engenharia Química da Unicamp, e as pesquisadoras Raquel Silveira Ramos Almeida e Ticiane Rossi, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo (USP).

    Os resultados de tantos números de recorde em inovação são bem vistos pela comunidade científica, e isso também reflete o apoio dado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) aos pesquisadores, como consta no relatório. Neste é informado que a qualidade dos projetos de pesquisa e desenvolvimento feitos pelas empresas incubadas para o desenvolvimento das tecnologias inovadoras também se realizou porque havia verba pública para tal. Por exemplo, projetos mais complexos com grupos de pesquisa da Unicamp obtiveram R$ 500 mil da Fapesp.

    Já que há muitos projetos interessantes e a internet está aí para ajudar a população a ter acesso quase irrestrito ao conhecimento, a agência criou uma vitrine com todas as tecnologias disponíveis para serem comercializadas. O objetivo é fazer com que todos possam conferir de perto o que há de inovador dentro das universidades e que estão prontos para serem aplicados em diversos setores da economia.




    Título: Unicamp divulga número recorde de inovações

    Autor: –

    Data: 08/03/2013

    Veículo: exame.abril.com.br




    FIQUE ATUALIZADO!

    Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here