Pequena empresa ensina às gigantes gestão de pessoas



    Um pequeno empreendimento com 12 empregados é exemplo para as gigantes de como a equipe valorizada tem peso no sucesso do negócio. Gustavo Mota, dono da We Do Logos, empresa baseada no Rio de Janeiro com foco no desenvolvimento de logotipos para negócios de pequeno porte, diz que investe nos seus funcionários em vários sentido, como treinamentos e pagamento de faculdade para eles.

    O empresário diz que ter um time eficiente é essencial para conseguir entregar com total qualidade o serviço oferecido. Para isso, ele atua em várias frentes com o objetivo de garantir o bem-estar, o ótimo relacionamento entre cada membro e ainda usar a meritocracia. Para mostrar mais de perto o que ele faz, Gustavo diz que as sextas-feiras são voltadas para o happy hour, o que ocorre toda semana por lá. Outra medida adotada por ele é que os empregados podem ganhar um bônus conforme a sua produção por dia ou por mês.




    Resultado da valorização dos funcionários, a We Do Logos conseguiu chegar à liderança dentro do seu ramo de atuação. De acordo com Gustavo, a empresa trabalha com cerca de 500 projetos mensais, ao passo que aquela que ocupa o segundo lugar no mercado realiza aproximadamente 70.

    O impulso da sua empresa serviu de exemplo para outras, que segundo o empresário, surgiram 15 delas depois do nascimento da We Do Logs, no entanto aproximadamente a metade delas já não existe mais.

    O que a We Do Logos oferece a mais a seus clientes

    Além de trabalhar muito os seus funcionários no sentido de tratá-los bem e de sempre valorizar aqueles que soa os melhores, o público externo também sente bastante as atitudes da empresa. Além do serviço de elaboração de logos, também há bastante informação no blog da empresa. Segundo o empreendedor, são mais de 900 artigos escritos que acabam sendo compartilhados nas redes sociais, ajudando ainda mais a fomentar o conhecimento dos profissionais cadastrados.

    O empresário acredita que toda a força de trabalho de seus funcionários afeta diretamente os clientes, porque um bom serviço entregue faz com que os clientes retornem satisfeitos e ainda recomendem a outras pessoas. Então tratar os consumidores como se fossem funcionários é uma das estratégias.

    Como é o modelo de trabalho da We Do Logos

    A maneira como a We Do Logos atua é assim: a empresa acata a encomenda do cliente, que nada mais é do que a geração de e logotipos e identidade visual. Em seguida, coloca no ar o pedido do cliente e a partir deste momento é iniciada uma concorrência, onde designer parceiros fazem suas propostas com os logos e identidade visual. Vence a concorrência aquele que fornecer o material que o consumidor mais gostar. Os serviços têm um lance mínimo de R$ 290, porém o cliente pode ainda aumentar o valor para poder conseguir abarcar mais e mais projetos. De acordo com Gustavo Mota, 75% dos consumidores que buscam a empresa estão tendo contato de trabalho com designers pela primeira vez.




    A We Do Logos vai fazer três anos de vida em setembro e já teve mais de 20 mil clientes, gerou mais de 1,5 milhão de projetos e fez o pagamento aos profissionais de R$ 2,5 milhões. No ano passado, chegou à marca de R$ 2,1 milhões.

     Título: Empreendedor Ensina 30 mil pessoas ou 12 funcionários

    Veículo: Estadão
    Autor: Rodrigo Rezende
    Data: 17/5/2013




    FIQUE ATUALIZADO!

    Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here