Empreendedorismo na grade do ensino técnico



    Empreendedorismo na grade do ensino técnicoJá a contar em agosto, alunos de 15 cursos da rede pública de ensino técnico terão uma disciplina a mais no currículo: empreendedorismo. A iniciativa é fruto de uma parceria entre o Sebrae e o Ministério da Educação, que estipulou no Brasil o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec Empreendedor), estabelecido nesta terça-feira, dia 28 de maio, no Encontro Nacional de Educação Empreendedora, em Brasília. O objetivo é alcançar 1,5 milhão de alunos. O acordo tem ainda a programação de capacitar 7 mil professores até o ano que vem e aqueles que quiserem fazer uma pós-graduação nesta disciplina poderão concorrer a uma das mil bolsas que serão concedidas.

    Temer, Mercadante e Barreto assinam acordo

    No evento, estiveram presentes o vice-presidente da República, Michel Temer, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante e o presidente do Sebrae, Luiz Barretto. O vice-presidente ressaltou que o acordo fomenta a educação técnica e o desenvolvimento da economia brasileira. Na sua opinião, a junção do Sebrae com o Ministério da Educação só resulta em desenvolvimento para o país.




    Com essa prática, a pasta da Educação dá ao Pronatec uma visão de autoempregabilidade e crescimento de atividades empreendedoras, essenciais para a vida profissional e pessoal de cada aluno. A parceria tem como plano construir saberes que apontem para o aumento de competências ligadas à aplicação de iniciativas de gestão e à verificação e pesquisa de oportunidade de mercado. De acordo com Mercadante, essa união com o Sebrae é essencial porque é necessário estabelecer uma cultura de empreendedorismo nos mais novos. Isso eleva a produção, a prática da inovação e a concorrência no país.

    O presidente do Sebrae diz que o assunto inserido na educação ressalta os processos educacionais que fomentam o crescimento do ser humano nas mais possíveis de suas facetas, de maneira que ele tenha condições de colaborar com sugestões para o universo empresarial e ambiente no qual está presente. Ainda de acordo com Luiz Barreto, a maneira de agir empreendedora é uma ferramenta para aqueles que se sustentam apenas com suas empresas ou para quem vai ocupar um cargo em uma delas. Com a competitividade acirrada no mercado de trabalho e as empresas cada vez mais globais, a exigência é de empregados que tenham bastantes qualificações e diferenciais.

    Sebrae capacitará professores

    Quem vai capacitar os professores será o Sebrae e isso se dará pela internet, no intervalo de aproximadamente um mês, tendo o curso uma carga horária de 32 horas. Já prontos, os mestres vão poder colocar em prática a matéria para os seus alunos, na sala de aula.

    Como será a disciplina “Empreendedorismo”

    A disciplina de empreendedorismo vai ter uma jornada de até 52 horas. Ela vai ser obrigatória e vai compor a grade de 15 cursos, como os de técnico em informática, cuidador de idosos, vendedores etc. Ela vai tratar dos seguintes temas: compreensão acerca do mercado de trabalho; criação do projeto de vida profissional, identificação de diversas maneiras de empreender, entre outras.

    Fases para implementação do Pronatec Empreendedor

    O Pronatec Empreendedor será implementado em três fases. A primeira tem como foco mobilizar alunos, professores e escolas técnicas a respeito da disciplina e para isso o Sebrae vai distribuir diversos materiais, tais como vídeos, banners, cartilhas etc. A segunda etapa será aquela dedicada ao desenvolvimento dos estudantes e professores, quando a disciplina já estiver sendo dada na sala de aula e paralelamente haverá também a oportunidade dos professores fazerem a pós-graduação em Educação Empreendedora. A última fase, será quando instituições e professores forem premiados por iniciativas diferenciadoras relacionadas ao empreendedorismo.




    Enquanto a implementação do Pronatec Empreendedor estiver ocorrendo, aproximadamente 2 mil docentes poderão se capacitar para ensinar a disciplina de empreendedorismo a um conjunto de 100 mil alunos em todo o país. A expectativa é de que, até o ano que vem, mais 5 mil professores estejam prontos para dar aulas para mais de 1,5 milhão de estudantes.

    Entenda o Pronatec

    O Pronatec foi criado em outubro de 2011 e o seu foco essencial é fazer os cursos de educação profissional e tecnológica se expandirem, entrarem cada vez mais no interior do país e democratizar a oferta de estudos. Para tal, o programa tem como planejamentos subprogramas, projetos e ações de assistência técnica e financeira que, unidos, vão trazer 8 milhões de vagas a brasileiros de diferentes perfis até o ano que vem. Os subprogramas oferecem formação profissional para adolescentes até adultos nas escolas estaduais e federais de ensino médio Educação Profissional e Tecnológica (EPT), além do Sistema Nacional de Aprendizagem (SNA).

    Título: Empreendedorismo é disciplina obrigatória no ensino técnico
    Veículo: Agência Sebrae
    Autor: Mariana Ramos
    Data: 28/05/2013




    FIQUE ATUALIZADO!

    Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here