Subsistemas de RH – Aprenda Aqui Sobre o Assunto

1
13641
Subsistemas de RH
Subsistemas de RH

Já ouviu falar em subsistemas de RH? Veja aqui tudo sobre o assunto e integre na sua empresa.

Você trabalha com a gestão ou administração de equipes/funcionários e quer fazer o melhor para que eles alcancem todos os resultados que a empresa precisa? Neste caso, é necessário intensificar os seus conhecimentos sobre RH (Recursos Humanos), que nada mais é do que a área responsável por estudar e gerenciar a relação entre o colaborador e a empresa.

A área de recursos humanos é composta por diversos métodos, os quais podem ser aplicados para otimizar a contratação de funcionários que estejam de acordo com o perfil da empresa ou até mesmo para mensurar o índice de contribuição que cada um tem dado através das suas atividades.

Para se ter uma ideia da importância da contratação correta dos funcionários, sugiro a leitura do nosso texto sobre a importância do recrutamento e seleção interna.

Se a área de RH falha, a tendência é que todos os setores da empresa sofram as consequências. Sendo assim, é necessário dominar todas as ferramentas e recursos que este departamento disponibiliza como, por exemplo, os subsistemas que ajudam a melhorar a gestão.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 5 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

Precisa descobrir como está o desempenho das equipes? Utilize os indicadores de desempenho, têm um ótimo índice de acerto.

Pensando em facilitar as coisas para você, criamos esse texto voltado para ensinar tudo que você precisa saber sobre subsistemas de RH. Confira!

Você sabe o que é RH?

Antes de passar para os subsistemas de RH é necessário entender o que é e para que serve o RH, concorda?

A sigla RH é utilizada para abreviar o termo Recursos Humanos, o qual se caracteriza por ser o departamento da empresa responsável por selecionar os candidatos às vagas disponíveis, contratar, dar treinamento e remunerar as atividades exercidas.

Além disso, o setor de RH efetua a avaliações psicológicas dos funcionários, entra em contato em momentos de rescisão contratual e, ainda por cima, presta serviços de “apoio” psicológico aos funcionários.

Além disso, o RH também pode ser definido como um conjunto de práticas e tomadas de decisões que dizem respeito ao quadro de colaboradores da empresa. Os profissionais de recursos humanos também cumprem o papel de acompanhar o desempenho dos funcionários, oferecendo subsídios para que eles possam se capacitar e corresponder às expectativas da empresa.

Mas como é feita essa avaliação de desempenho, você sabe?

Essa é uma questão bem comum e que gera dúvidas. Na verdade, a avaliação de desempenho pode ser realizada de diversas formas, utilizando-se de ferramentas, como é o caso da avaliação de desempenho Chiavenato.

Não podemos deixar de frisar que temos uma divisão na avaliação de desempenho realizada pelo RH que pode ser: avaliação de desempenho individual ou de equipe.

O que são os subsistemas de RH?

A área de RH é bastante complexa e ampla, afinal de contas, tem como função estudar e trabalhar com as características do ser humano, o que, por si só, já é difícil, já que as pessoas pensam e agem de formas diferentes.

Pensando nisso, os Recursos humanos foram divididos em subsistemas, que têm como papel detalhar os métodos e atividades realizadas neste departamento, agregando mais facilidade para atingir resultados positivos.

Atualmente, o RH está divido em 5 subsistemas, que devem ser trabalhados em conformidade, uma vez que um depende do outro para funcionar adequadamente. Os subsistemas possuem meandros diferentes, porém, visam os mesmos objetivos, dentre eles estão atrair, reter, aplicar, desenvolver e monitorar talentos.

Conheça os subsistemas de RH

Para aprimorar o setor de RH da sua empresa e contar com colaboradores talentosos/capacitados que estejam dispostos a dar o seu melhor para atingir os objetivos estipulados, será necessário conhecer todos os recursos que estão ao seu dispor. Por isso, conheça abaixo quais são os subsistemas de RH.

1 – Subsistemas de RH Provisão

Uma empresa que não conhece as suas concorrentes pode ser ultrapassada a qualquer momento, não é mesmo? Por isso, toda empresa que se preze e deseja ser líder no seu setor de atuação, deve voltar os seus olhos para a concorrência, procurando saber o que ela oferece e o que deixa de oferecer em todos os campos. É exatamente aí que entra o subsistema de RH Provisão, o qual consiste em pesquisar e realizar ações benéficas para a organização.

Inicialmente, a Provisão acontece através de uma pesquisa de RH, que tem por objetivo descobrir tudo que as empresas concorrentes fazem em termos de recursos humanos. Este processo é realizado com frequência, visando acompanhar de forma detalhada como está o mercado de trabalho, bem como as empresas que estão se relacionando com os seus colaboradores, além do que oferecem em termos de salário, ambiente de trabalho, benefícios, clima organizacional e qualidade de vida.

Na sequência, a Provisão passa para etapa de recrutamento, que funciona através da adoção de estratégias de captação de pessoas que possuem talento para desenvolver as atividades e preencham o perfil que a empresa necessita. Este procedimento pode ser feito dentro da própria organização ou externamente.

A seleção é a terceira e última fase da Provisão, que é o processo em que a empresa terá a oportunidade de estudar de maneira mais aprofundada as pessoas que recrutou, podendo avaliar as suas habilidades através da aplicação de testes. A partir daí, o responsável pela seleção terá embasamento suficiente para contratar os profissionais adequados para preencher as vagas disponíveis.

2 – Subsistema de RH Aplicação

Sabe quando uma empresa contrata um funcionário e depois se dá conta de que ele não preenche todos os requisitos do cargo? Isso é um grande problema, já que, além de “perder tempo” com todo o processo de seleção e primeiros momentos de trabalho, ainda por cima terá que arcar com verbas rescisórias e encargos sociais.

Pois bem, para que esse tipo de situação não ocorra é necessário que a equipe de RH tenha, bem claro, quais são todas as características que um profissional deve ter para preencher a vaga. Neste caso, é necessário usar o subsistema de Aplicação, que define e descreve os cargos.

A Aplicação tem como objetivo analisar e descrever o cargo, ou seja, estudar e deixar em evidência quais são as características básicas que uma pessoa tem que ter para desenvolver as atividades que lhes serão solicitadas e que a ajudarão a se adaptar à empresa.

Feito isso, o setor de RH passa a desenvolver um plano de carreira, que é essencial para o profissional ampliar as suas qualidades através da capacitação, além de desejar galgar cargos dentro da empresa.

Por último, é aplicada uma avaliação de desempenho, a qual identifica as contribuições dadas pelos colaboradores, averiguando os pontos positivos e negativos que devem ser trabalhados. A avaliação tem que ser realizada periodicamente para acompanhar a evolução dos empregados.

3- Subsistemas de RH Manutenção

Apenas contratar funcionários e exigir que cumpram as suas tarefas não é o suficiente para fazer com que eles progridam juntamente com a empresa. Pensando nisso, o setor de RH conta com o subsistema denominado Manutenção, que serve para desenvolver programas que possam compreender as necessidades dos colaboradores e ajudá-los a crescer e atingir bons resultados.

Uma das premissas da Manutenção é criar planos de benefícios, programas desenvolvidos a partir de estudos e interação com os empregados, visando identificar do que eles precisam e posteriormente tentar suprir tais necessidades, obviamente, na medida do possível.

Além disso, este subsistema também se preocupa em oferecer as condições necessárias para que o trabalho seja desenvolvido com qualidade, observando as questões de higiene e segurança.

Veja nosso texto sobre qualidades profissionais, pode ser muito útil.

4- Subsistemas de RH Desenvolvimento

Um erro muito comum entre as empresas é contratar funcionários e não ensiná-los o modo correto de realizar as suas atividades. Para evitar este problema, é necessário praticar o subsistema de RH Desenvolvimento, que tem como objetivo preparar e qualificar o funcionário para dar o seu melhor dentro do cargo que exerce.

Portanto, o subsistema Desenvolvimento começa oferecendo treinamento aos funcionários, tanto no início da carreira quanto ao longo do processo, fazendo com que eles possam manter-se atualizados. Depois, ocorre o desenvolvimento em si, que enxerga e ajuda o profissional a aprimorar o seu potencial.

5- Subsistema Monitoramento

Não basta apenas oferecer todos os recursos necessários para os colabores desenvolverem as suas atividades com competência, também é preciso que a empresa se encarregue de cobrar resultados e fiscalizá-los. É por isso que existe o subsistema Monitoramento, que controla todos os processos realizados.

Veja, cobrar resultados é importante, por isso à importância de estabelecer metas para os funcionários, principalmente no setor de vendas, no qual se tem uma maior ‘autonomia’ por parte dos trabalhadores. Outra boa dica é trabalhar com a famosa comissão, na qual a pessoa sente-se incentivada a atingir o objetivo.

Assim, no tocante ao subsistema de RH Monitoramento, cria-se um banco de dados em que se cadastra e controla todas as informações profissionais dos funcionários, tendo como objetivo acompanhar o desempenho de forma individual. Por fim, também é realizada uma auditoria periodicamente, que fiscaliza os processos realizados em cada setor.

Gostou? É o momento de olhar os subsistemas de RH da sua empresa.

FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here