Planilha de Orçamento Familiar – Como Fazer?



Planilha de Orçamento Familiar – Como Fazer?
Planilha de Orçamento Familiar

Está com dificuldades financeiras? Veja como fazer uma planilha de orçamento familiar e resolver seus problemas.

Problemas em administrar as finanças da casa? Isso é mais normal do que você imagina, pode acreditar! Atualmente, estudos comprovam que a quantidade de pessoas endividadas está cada vez maior, ainda mais os aposentados, os quais comprometem os seus recursos em empréstimos, os quais, via de regra, são bem fáceis de conseguir, já que fazem consignado.




O que acontece é que uma família tem muitos custos, concordo, e caso você não ganhe suficientemente bem dificilmente conseguirá arcar com todos, mas o problema aqui não é esse, e sim o fato de você ganhar razoavelmente e mesmo assim não conseguir arcar com as suas despesas.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 5 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

Já ouviu aquela frase: cada um vive com o que tem? É bem a verdade. Nós temos costumes de gastar mais do que ganhamos, não sabemos reduzir o ritmo desenfreado de contas e aquisição de produtos, não abrimos mão de uma saída noturna ou da televisão 3D nova. Claro, existem exceções.

Exceção ou não, com certeza a planilha de orçamento familiar auxilia e muito aqueles que precisam organizar suas finanças, indiferente se você, por si só, já administra bem o dinheiro da casa, você não prefere administrar ainda melhor? Fazer sobrar para trocar de carro? Casa? Viagem para o exterior? Então, talvez a planilha de orçamento familiar possa lhe ajudar com isso, ou melhor, tenho certeza que ela pode!

Por isso, montamos esse texto para explicar um pouco sobre a planilha de orçamento familiar, seu funcionamento, importância, como utilizá-la e ainda melhor, como montá-la. Aproveite bem e deixe de viver “apertado”.

Lembrando que, caso você tenha dificuldades, uma boa opção é comprar a planilha de orçamento familiar, a mesma não tem um preço alto e rapidamente você tira o valor investido em economia com a utilização da planilha.




 O que a planilha de orçamento familiar pode fazer por você

Você não vai querer ter uma planilha de orçamento familiar se não souber o que ela pode fazer de bom para você e sua família, concorda? Por isso vou começar trazendo alguns benefícios que você obterá utilizando a planilha de orçamento familiar.

Não sabe em que gastou o dinheiro? Pronto, esse é o primeiro benefício, com a planilha de orçamento familiar você saberá exatamente em que gastou o seu precioso dinheiro e poderá se organizar muito melhor.

Também não sabe quanto, no final das contas, entrou de renda familiar? Outra vantagem de ter a planilha.

Mas a melhor das vantagens é, sem sombra de dúvidas, chegar ao final do mês e descobrir se o seu saldo ficou positivo, negativo, no que você gastou demais que não era necessário, em que você pode poupar. Com isso você poderá fazer um planejamento familiar e se programar para investir o seu dinheiro, não apenas viver com a falta dele.

Como trabalhar com a planilha de orçamento familiar

Esse é outro ponto importante, as pessoas aprendem a fazer a planilha de orçamento familiar, mas não sabem como utilizá-la no dia a dia, torna-la algo que faça parte do seu cotidiano e totalmente natural.

Já vou lhe adiantar, caso você não aprenda e crie o hábito de utilizar a planilha no seu cotidiano nem adianta fazê-la, será apenas perda de tempo!

Criar uma planilha, pode até comprar uma complexa e que tenha todos os campos que você precisa, de nada adiantará se você não tiver o hábito de colocar as informações nela e analisa-la periodicamente.

Esse talvez seja o erro mais comum das pessoas ao utilizar uma planilha de orçamento familiar, achar que ela fará tudo sozinha. A planilha serve apenas para que você se organize e possa planejar as suas finanças, porém, o fato de conseguir ou não resultados depende exclusivamente de você.

Para utilizar corretamente a planilha você precisa seguir as seguintes instruções: lembrar sempre de por os gastos; colocar todos os dados, desde os gastos mais pequenos até os maiores; comparar no final do mês; analisar com frequência, principalmente antes de tomar decisões de compras;

O controle das finanças não é algo fácil, mas pode ser simplificado quando utilizado a planilha de orçamento familiar corretamente.

Como montar a planilha de orçamento familiar

O mais importante ao montar uma planilha de orçamento familiar é os campos, estes que correspondem a praticamente a base e esqueleto da planilha familiar.

Para evitar problemas de esquecer campos e categorias, aconselha-se colocar todas as categorias necessárias em um papel, à mão mesmo, para depois repassar para a planilha, isso porque depois que já tiver preenchido a planilha e possivelmente já ter lançado as fórmulas, ficará difícil de alterar, podendo acabar por mexer na formatação e programação da tabela.

Outra dúvida frequente é em que software criar a planilha. Bom, particularmente, a planilha de orçamento familiar Excel é a mais adequada, mas claro, é preciso saber mexer um pouco no Excel, senão ficará difícil.

Mas afinal, quais campos não podem faltar na planilha de orçamento familiar? Abaixo vamos listar os campos e explicar cada um deles.

Faturamento

O faturamento é o que você possui de renda familiar. Você pode dividir esse campo em mais de uma cédula, uma para cada tipo de renda, lembrando que a renda não precisa ser apenas sua, mas sim do grupo familiar.

As pessoas costumam achar que o mais difícil é listar todas as despesas, porém, a prática comum tem permitido perceber que a maioria das pessoas erram no faturamento, lançando apenas uma parte do que ganham, deixando de lado aqueles valores que vão recebendo no decorrer do mês, alegando que são “poucos valores”. É para lançar tudo que você ganhar, não apenas o seu salário.

Despesas e Gastos da planilha de orçamento familiar

Talvez a parte mais importante da planilha de orçamento familiar, bem como a que mais exige trabalho. Não é para menos, você precisa lançar todos os seus gastos, dia após dia.

Eu, particularmente, gosto de lançar minhas despesas no momento que elas ocorrem. Caso eu não esteja próximo do computador que eu possa lançar diretamente as despesas, lanço pelo celular ou tablet, é bem tranquilo.

Para fazer isso, sugiro que você armazene a sua planilha de orçamento familiar na “nuvem”, isso permitirá que você acesse onde estiver.

Porém, caso você prefira fazer com menor rigor, anote as despesas e gastos que teve durante o dia em algum lugar, pode ser até mesmo no celular e, ao chegar de noite, transcreva os dados para a planilha.

Lembre-se que todos os gastos contam, desde a compra de um chiclé até a aquisição de um automóvel, frisando que é nos pequenos detalhes que encontramos as grandes chances de diminuir os custos familiares.

Caixa disponível

O caixa disponível é o que você já tinha do mês anterior. Simplificando, é o que sobrou do seu salário e que não foi consumido pelos gastos e despesas.

Pense da seguinte forma, em um mês você teve uma renda/receita de 5 mil reais, já suas despesas atingiram o patamar de 4 mil reais, neste caso ficará um caixa disponível para o próximo mês de 1 mil real.

A dica é abrir uma conta poupança e deixar esse dinheiro armazenado, podendo, quando armazenado com outras vezes que ficar caixa disponível, servir para alguma finalidade, como investimentos ou até mesmo lazer.

Além disso, você pode iniciar a planilha de orçamento familiar já com um planejamento, no qual vocês estabelecem que irão economizar para fazer X coisa, costuma trazer excelentes resultados e maximizar a eficiência da planilha. Mas claro, faça um planejamento com objetivos possíveis e reais.

Despesas Totais

Uma cédula, de preferência bem em baixo, precisa ser destinada as despesas totais do mês. Estas despesas costumam ser analisadas sempre nos finais de meses, assim pode-se descobrir quanto foi gasto, sem contar o fato de saber se o valor está muito alto ou dentro do esperado.

É comum as pessoas se depararem no final do mês com um total de despesas que sequer imaginavam que tinham, caindo “a ficha” e passando a economizar e administrar melhor suas finanças pessoais.

Você pode ainda utilizar sistemas de gráficos juntamente com a planilha de orçamento familiar, nos quais você poderá visualizar de forma mais intuitiva e rápida a diferença de mês após mês das despesas, facilitando a constatação se está ou não conseguindo reduzir seus custos.

Valor Líquido na planilha de orçamento familiar

O valor líquido será o que sobrou daquele mês. Simplificando é o faturamento menos as despesas. O valor líquido pode ser positivo ou negativo, sim, infelizmente pode ser negativo e, caso fique no vermelho, será preciso retirar do seu caixa.

Através do valor líquido consegue-se ter uma boa noção do quanto a sua renda está condizente com o seu padrão de vida, por isso é interessante manter esse campo.

Esse campo ocupará apenas uma célula também e é simples também.

Embora a planilha de orçamento familiar possa ser considerada “simples” e prática, o uso dela é recomendado não apenas para pessoas, mas também em empresas, caos em que será mais complexa e necessitará de ajustes.

Caso você tenha dificuldades, principalmente para organizar a planilha ou colocar as fórmulas, uma boa opção pode ser comprar a planilha pronta. Ao comprar a planilha você receberá tudo pronto, bastando lançar os valores e fim. O preço de uma planilha de orçamento familiar é bem irrisório, conseguindo-se recuperar o investimento já no primeiro mês de economia através da organização.

Faça agora a sua planilha de orçamento familiar mensal, você verá que sua vida financeira irá mudar muito.

E você, pronto para utilizar a planilha de orçamento familiar?




FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here