O que é trabalho



O que é trabalhoO trabalho não é somente uma forma de sobrevivência, é também uma das formas em que há maior expressão humana, pois através dele o ser humano transforma produtos, ambientes e até o estado intelectual ou a saúde de outro ser humano, como é o caso do trabalho exercido por médicos e professores.

Para o ser humano, o trabalho é tão importante desde a infância. A criança aprende a trabalhar brincando em um faz de conta e na escola aprende também a trabalhar e a importância do trabalho, aprender a desenvolver algo que norteia toda a vida do ser humano. Aprende também desde cedo, sobre a importância e sobre o valor que o trabalho possui.




Conceito de trabalho é um conjunto de atividades ou tarefas que devem ter um por que, uma finalidade ou uma razão. Abrange uma dimensão impressionante na vida do ser humano, pois a pessoa torna-se aquilo que ela exerce. Portanto, ele contribui para a formação da identidade e imagem do trabalhador.

Processo de trabalho

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 5 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

Avaliar o fenômeno do trabalho não é tão simples assim, pois ele primeiro é internalizado,  faz parte do que estão na mente dos trabalhadores com intenções, atitudes, iniciativas, valores e até ideologias.

Segundo estudiosos, diversos aspectos do traço da personalidade das pessoas quando estas realizam o trabalho individual.

Outra característica inerente ao trabalho humano é o fato de que o ser humano percebe-o como algo que deve ser exercido com o devido desenvolvimento, ânimo e desempenho, por isso, que todo trabalho é acompanhado do esforço por um melhor desempenho.

O trabalho sob o ponto de vista humano sempre proporcionou a preocupação de oferecer satisfação, reconhecimento e preencher o vazio que há na vida humana.




Ou seja, o ser humano sempre buscou que um trabalho fosse gratificante e digno e essa preocupação tem uma razão, pois muitos não encontram um real significado por mais prático e simples que seja outros não conseguem trabalhar de forma digna e justa, como o que acontece com o trabalho escravo.

Por isso, a ciência busca estabelecer um processo de desenvolvimento do trabalho que seja realizado de forma justa, digna e no ambiente saudável.

Dessa forma, um dos maiores objetos de estudo para o trabalho e seu desenvolvimento é a questão das atividades escravas e trabalho infantil, pois essas formas de exploração não são saudáveis e acabam por se tornar uma disfunção do exercício do trabalho.

Trabalho escravo

O trabalho escravo no Brasil tem seu principal marco no meio rural, desde meados dos anos 50 a 60 quando houve uma maior ocupação das terras da região norte e centro-oeste do país que ocorreu devido ao barateamento de terras. Na mesma época em que houve também o total empobrecimento da população rural e indígena, fazendo com que esses trabalhadores aceitassem o trabalho escravo que é vigente até hoje. No trabalho escravo existem certas características que são predominantes:

-Trabalho forçado: que é mediante imposição devido á alguma situação na qual está descrita o indivíduo.

-Trabalho degradante: é realizado em péssimas condições ambientais, com risco de vida ou que proporciona perigo á saúde ou integridade física. O trabalho degradante pode oferecer também péssimas condições de moradia ou de dormida, péssima alimentação ou condições de higiene precárias.

Ele não possui também qualquer tipo de auxílio para carregamento de peso, tarefas exaustivas e outros.

A segurança do trabalhador é também uma característica que pode resultar em um trabalho que seja degradante.

Outra forma de trabalho escravo é quanto á jornada exaustiva, a legislação trabalhista estabelece limite de horas para o trabalho, pausas, intervalos para que o excesso de jornada não comprometa a saúde do trabalhador.

A jornada exaustiva não considera os aspectos, físicos, biológicos e psicológicos do trabalhador.

Há casos também em que a jornada de trabalho extensa não é remunerada e o trabalhador acaba por não possuir formas de reclamar sobre a jornada exaustiva, pois o trabalhador sem contrato formal de trabalho, o trabalhador é contratado como autônomo ou eventual e precisa trabalhar longas horas para receber uma remuneração.

Outro fator do trabalho escravo é a retenção de documentos, que coloca o trabalhador em uma situação em que não há como locomover, pois está sem a posse de sua documentação, como a carteira de identidade, carteira profissional e outros.

Dessa forma, o trabalhador continua no local de trabalho de maneira forçosa.

-Servidão por dívida: esse tipo de trabalho escravo é bem marcante no meio rural e consiste em prender o trabalhador no labor com a dívida de adiantamentos, preços superfaturados de alimentação que são vendidos na própria área rural e venda de outros utensílios.

A servidão por dívida é bem sucedida, pois como os trabalhadores rurais não entendem sobre direitos trabalhistas, não têm a noção de que a estadia e alimentação é um direito do trabalhador rural e que a estadia digna é também um direito do trabalhador rural e um dever do empregador.

O que ocorrer é quando os trabalhadores tentam fugir das situações adversas no local de trabalho escravo, muitas vezes o que acontece é que são perseguidas e sofrem até violência.

Medicina do trabalho

A primeira manifestação de medicina do trabalho surgiu em 1830 quando o proprietário de uma fábrica sentiu a necessidade de verificar os efeitos do trabalho desenvolvido na saúde das pessoas.

Os serviços de saúde ocupacional deveriam ser serviços em que devem ser dirigidos por pessoas de inteira confiança. Os serviços devem ser centrados no médico ocupacional, portanto os danos á saúde decorrentes dos riscos do trabalho são objeto das pesquisas médicas.

Serviços de saúde ocupacional no trabalho surgiram em decorrência da deficiência da prestação de serviços de saúde oferecidos pelo estado.

Por isso, existia a preocupação de prover esse serviço médico aos trabalhadores.

A medicina do trabalho surgiu em decorrência de um processo extenso de socialização do trabalho, claro que na medicina do trabalho é necessário haver maior regulamentação, fiscalização e igualdade entre as classes e categorias profissionais.

Na saúde do trabalhador deve considerar que o trabalho é um agente da vida social do trabalhador, que o trabalho é essencial para a busca de capital e sobrevivência do trabalhador, fazendo com que o trabalhador esteja em uma situação de submissão obrigatória. A saúde do trabalhador é de cunho constitucional e outros.

Entre as características mais marcantes na saúde do trabalhador estão:

  • Estudos de epidemias relacionadas ao trabalho como a LER (lesão do esforço repetitivo);
  • Há uma maior incidência de políticas públicas voltadas ao trabalhador;
  •  O surgimento de novas práticas voltadas para a saúde e segurança do trabalhador, como as CIPAs que são as comissões internas de prevenção de acidentes e outros.

Tipos de trabalho

Existem diversas formas de trabalho: trabalho doméstico, trabalho avulso, eventual, autônomo, trabalho realizado em casa e entre outro, mas o importante é que o trabalhador exerça atividade lícita e esteja sempre informado sobre seus direitos e deveres.




FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here