ndices Financeiros Para Garantir o Sucesso do Seu Negócio

2
525
Índices financeiros
Índices financeiros

Dificuldades em formar o preço dos seus produtos? Veja como utilizar os índices financeiros para te ajudar.

A sua empresa não sabe como determinar os preços dos produtos que comercializa? Provavelmente você está perdendo dinheiro, pois pode estar vendendo as mercadorias por um valor abaixo do que valem ou acima do que é praticado no mercado, o que pode contribuir para afastar o seu público-consumidor.

Para que um estabelecimento comercial possa taxar os seus produtos com o valor mais correto possível, é de fundamental importância adotar métodos que sejam capazes de fornecer esta informação.

Para auxiliar os comerciantes, foram desenvolvidos os índices financeiros, que são dados que podem ser calculados e disponibilizam a quantia em dinheiro que cada item pode ser vendido, trazendo mais praticidade e segurança, tanto para quem vende quanto para os compradores.

O preço de um produto é fator decisivo na tomada de decisão de um consumidor, muitas vezes os clientes tem como pergunta número um o preço. Por isso, é preciso encontrar o valor exato para que se consiga ter uma boa margem de vendas e, ao mesmo tempo, lucros atraentes. Veja um pouco mais sobre formação de preços.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 5 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

Os índices financeiros são compostos por diversas informações econômicas, que incluem todos os custos que a empresa teve para comprar um determinado produto e disponibilizá-lo na sua prateleira.

Está com dificuldade de encontrar o preço certo para as suas mercadorias? Acredita que a utilização de índices financeiros pode ajudar? Confira então nosso texto sobre índices financeiros e aprenda a achar o valor ideal para os seus produtos.

O que são índices financeiros?

Os índices financeiros podem ser classificados como a taxa de variação, valores relativos ou valores numéricos absolutos. Estes fatores estão diretamente ligados ao cenário econômico da região em que o estabelecimento comercial está inserido e as empresas com as quais realiza as suas compras, tendo como função calcular o valor total de uma produto, inflação ou setor.

Além disso, pode-se dizer que os índices financeiros não dependem exclusivamente das atividades que a empresa realiza, mas sim dos fatos que ocorrem na economia e podem alterar o valor dos produtos. Os índices financeiros só podem ser encontrados através de cálculos que fornecem resultados precisos.

Assim, já podemos ter algumas conclusões. Os valores dos produtos podem sofrer variações, mas também não pode ser “quando bem entender”, mas sim quando realmente a taxa de índices financeiros mudar.

Outro ponto importante para você que está em busca do preço certo para suas mercadorias é fazer uma pesquisa de mercado, assim conseguirá descobrir até que ponto você pode “subir” o valor de um determinado produto sem interferir no volume de venda.

O que os índices financeiros fazem pelo seu comércio?

O seu estabelecimento comercial comprou um lote de mercadorias que acreditava que venderia bem, mas elas estão paradas no estoque? Você não sabe por que isso está ocorrendo? A resposta é simples, possivelmente os preços que os produtos foram taxados não estão correspondendo à realidade financeira dos seus clientes, ou seja, estão muito caros.

Para evitar este tipo de situação, entenda que os índices financeiros servem justamente para que você possa colocar preços precisos nas suas mercadorias, oferecendo um valor que seja justo para o seu comércio e para o público consumidor.

Aqui temos outro ponto que tem de ser “trabalhado”. Justo, o que é um preço justo? Pense em justo aquilo que é relativamente bom para ambas as partes, por exemplo, para você é um valor que cobra as despesas e obtém um bom lucro, já para o cliente é pagar um valor X que corresponde à utilidade do produto. Perceba, um cliente pode estar disposto a pagar muito mais, isso varia da utilidade, importância e necessidade que o produto em si possui para ele.

A partir dos índices financeiros também é possível conhecer mais sobre a economia do mercado em que a empresa está inserida, o que lhe possibilita fazer as devidas adaptações ao sistema.

Conheça os índices financeiros?

Você já sabe o quanto os índices financeiros são importantes para as atividades do seu estabelecimento comercial, mas isso não é suficiente para ser um bom empresário, pois é necessário conhecê-los com profundidade e saber como usá-los. Por isso, aproveite para conhecer quais são os principais índices financeiros e comece a utilizá-los.

1 – índice financeiro: IPCA

O IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) pode ser classificado como um fator que é calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) uma vez a cada 30 dias, tendo como intuito oferecer informações atuais aos donos de estabelecimentos comerciais, ajudando-os a taxar os seus produtos de modo assertivo.

Basicamente, pode-se dizer que o IPCA é um fator que se incumbe de calcular a inflação mensal, ou seja, os acontecimentos do período que fizeram com que ocorram alterações nos preços dos produtos. Neste caso, as categorias são estudadas separadamente como, por exemplo, o ramo de alimentos, produtos eletrônicos, carros, etc. Os valores do IPCA podem ser consultados para que o comércio estabeleça as variáveis de preços por setores.

2 – índice financeiro: IGPM

O IGPM (Índice Geral de Preços no Mercado) pode ser definido como um dado que é mensurado pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), caracterizando-se por ser uma média cautelosa e bastante detalhada de outros índices de setores específicos como, por exemplo, IPA (Índice de preço no Atacado), INCC (Índice Nacional de Custo de Construção) e IPC (Índice de preços ao consumidor).

É importante ressaltar que o IGPM e os seus componentes são responsáveis por calcular a taxa de juros e o custo do dinheiro, os quais estão relacionados aos comportamentos de consumo e investimentos realizados pela população e pelas empresas, levando em consideração um determinado período de tempo.

Este fator deve ser consultado quando a empresa está planejando um novo produto no mercado. Dessa maneira, é possível identificar as oportunidades e aproveitá-las sem correr o risco de perder dinheiro.

Salientamos ainda para que sempre que desejar lançar um novo “produto” ou preparar uma mudança/investimento, tenha um planejamento estratégico.

3 – índice financeiro: SELIC

Muito provavelmente você já deve ter ouvido falar da taxa SELIC (Sistema Especial de Liquidação e Custódia), pois este é um dos índices financeiros mais comum e que mais interfere nos valores dos produtos comercializados pelas empresas. Este fator funciona como uma taxa básica da economia, sendo estudada e elaborada pelo COPOM (Comitê de Política Monetária).

É comum os estabelecimentos comerciais acompanharem as variações que ocorrem na taxa SELIC, pois ela serve como base para acompanhar as metas de inflação, não só de uma categoria específica, mas de todas. Este fator costuma variar mensalmente, ou seja, é necessário consultá-lo com frequência para não errar o preço das mercadorias.

4 – índice financeiro: SELIC OVER

A SELIC Over é um fator muito importante para decidir os valores dos serviços e produtos, porém, ainda é desconhecido e até mesmo ignorado, principalmente pelas empresas de pequeno porte. Este item é definido como uma taxa que é calculada, levando em consideração a média da remuneração dos títulos públicos federais.

A taxa de Selic Over não é tão vulnerável quanto a SELIC comum, podendo variar poucas vezes ao ano. Mesmo que as mudanças neste fator não sejam tão frequentes, é necessário que as empresas criem o hábito de consultá-lo, esta atitude fornece dados para que elas possam traçar as médias das mercadorias, sabendo os seus respectivos valores de custo e o quanto é possível lucrar com cada uma delas.

5 – Índice financeiro CDI

O CDI (Certificado de Depósito Interfinanceiro) é classificado como sendo um título privado, que se caracteriza por ser negociado todos os dias diretamente entre as entidades financeiras. É a partir destas transações que surge a taxa CDI, que também pode ser chamada de DI, que nada mais é do que a média de taxa de juros.

Por isso, caso você trabalhe com uma empresa que oferece crédito ou pretende pedir um empréstimo ou financiamento para terceiros, uma boa dica é consultar as taxas de CDI, pois elas oferecem um valor médio, o que não significa que necessariamente as instituições as seguem, pois podem variar para mais (normalmente). A partir desta consulta é possível fechar negócios com quem está oferecendo taxas de juros mais baratas.

6 – índice financeiro: TR

O TR (Taxa Referencial) é um fator que tem a sua origem criada a partir das taxas exercidas pelas instituições bancárias durante as captações de CDB (Certificado de Depósito Bancário), sendo aplicada nos lucros dos títulos públicos e da Caderneta de Poupança, que é uma prática muito comum entre a população brasileira.

Pode-se dizer que a Taxa Referencial é a que menos interfere nos preços dos produtos, a não ser que a empresa tenha realizado investimentos em títulos públicos para conseguir uma determinada quantia em dinheiro para colocar um projeto em prática.

Neste caso, os juros cobrados nas movimentações financeiras também irão surtir sobre os preços dos produtos comercializados. Normalmente este índice financeiro é mais utilizado por empresas de grande porte.

Quais índices financeiros você utiliza no seu negócio?

FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

2 COMENTÁRIOS

  1. Bacana amigo, poderia me mandar um cálculo prático, exemplo de como faço este cálculo, e onde acompanho estes índices. Obrigado.

    :

DEIXE UMA RESPOSTA