Estoque de Segurança – Tudo Que Você Precisa Saber

0
1022

Estoque de SegurancaCansado de ter prejuízos por não possuir o produto na hora que o cliente precisa? Veja como montar um estoque de segurança e resolver seu problema!

A sua empresa tem um produto que é recorde de vendas, mas ele acabou e deixou os clientes na mão? Com certeza isso irá lhe trazer consequências financeiras negativas, além de poder contribuir para causar uma má impressão nos seus clientes, uma vez que eles estão procurando por algo que é popular no estabelecimento, mas não estão encontrando.

Perceba, você estará perdendo dinheiro, já que não conseguirá efetivar algumas vendas. A gestão de estoque é fundamental para manter tudo organizado, porém, às vezes pode falhar, nem tudo é perfeito, concorda? Nesse caso o estoque de segurança pode “salvar” você!

Para fugir deste tipo de situação, é necessário que a empresa tenha o máximo de cuidado com o abastecimento do estoque, pois é ele que vai nortear as suas atividades e garantir o seu lucro. Os estabelecimentos que possuem um grande volume de vendas podem trabalhar com o estoque de segurança, que nada mais é do que fazer uma reserva para evitar que as mercadorias faltem por completo.

Claro, mantenha o estoque de segurança devidamente detalhado na sua ficha de controle de estoque, afinal, faz parte do estoque e mercadoria.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 5 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

Muitos estabelecimentos ignoram o estoque de segurança e acabam sofrendo as consequências do seu despreparo, que vêm em forma de desorganização e prejuízos financeiros.

Para você que é comerciante e tem dificuldades de organizar o seu estoque, porém, sabe da importância de ter um estoque de segurança, evitando perder dinheiro e deixar os seus consumidores insatisfeitos, nós iremos trazer aqui como montar o estoque de segurança. Pronto?

O que é estoque de segurança?

Quando se fala em estoque de segurança, não é difícil de pensar o que este termo significa, não é verdade? De fato, ele serve para trazer mais segurança para as empresas operarem as suas atividades, evitando que elas fiquem completamente desprovida de todos ou dos principais produtos que costuma comercializar.

Teoricamente, pode-se dizer que a função do estoque de segurança se caracteriza por desempenhar o papel de manter o estoque abastecido em níveis que sejam suficientes para impedir a falta de mercadorias perante a demanda e a incerteza de que os itens poderão ser repostos com sucesso e dentro do prazo estipulado.

Confira agora mesmo como fazer um inventário de estoque, prática esta importantíssima para manter seu estoque em perfeito estado e com a quantidade certa de produtos.

O que o seu estabelecimento ganha com o estoque de segurança?

Nem todos os estabelecimentos comerciais, principalmente os de pequeno porte, costumam fazer o estoque de segurança, o que faz com que eles saiam perdendo em vários quesitos.

Ao se preocupar em fazer um estoque de segurança, você estará agregando mais organização à empresa, uma vez que saberá a quantia exata dos produtos que estão à sua disposição e quando é necessário realizar um novo pedido.

Além disso, o estoque de segurança também deixará o seu negócio precavido. Dessa maneira, se acontecer alguma situação indesejada como, por exemplo, o fornecedor deixar de produzir a mercadoria, cometer atrasos na entrega ou até mesmo as mercadorias saírem mais rápido do que o previsto, a loja ainda terá uma reserva para oferecer ao seu público consumidor até conseguir sanar o problema.

Dificuldades nas vendas? Deseja que os produtos saiam mais? Sem problemas, melhore o desempenho com as técnicas de vendas ideais para o seu negócio.

Aprenda a fazer um estoque de segurança

Você já deve ter assimilado o quanto o estoque de segurança é importante para o seu estabelecimento comercial, correto? Agora é a hora de iniciar a “parte prática”, ou seja, aprender a colocar o estoque de segurança “ativo” na sua empresa, deixando de ser mera teoria e fazendo você sair no lucro com sua empresa! Abaixo ensinamos como fazer um estoque de segurança, aproveite!

1 – Para montar o estoque de segurança estude a demanda

Qual é a demanda do seu empreendimento? O primeiro passo para conseguir montar o estoque de segurança é responder esta pergunta. O estoque será montado a partir da sua demanda, perceba, a quantidade e até mesmo produtos do seu estoque de segurança pode variar de negócio para negócio, por isso não é indicado fazer igual “outro estabelecimento”, mas sim encontrar o estoque de segurança certo para você.

Portanto, procure obter esta resposta através do estudo do volume de vendas que é apresentado pela loja. Uma boa dica é analisar o fluxo de caixa, no qual consta os produtos que foram vendidos.

Para ter um resultado mais próximo da realidade, o ideal é estudar o volume de vendas efetivadas por dia, semana e mês, que pode ser analisado também através das notas fiscais emitidas. Dessa maneira, também é possível calcular o estoque de segurança de modo que ele possa compreender um período de tempo razoável.

2- Determine o lead time no momento de criar o estoque de segurança

Os seus fornecedores demoram muito para entregar os pedidos da empresa? Ter essa informação em mãos é essencial para determinar o lead time. Não sabe o que é isso? Bom, trata-se do período que o fornecedor leva para processar o seu pedido, produzir, transportar e entregar os produtos no estabelecimento.

Sendo assim, cheque e determine qual é o lead time de reabastecimento do estoque. Por exemplo, supondo que uma entrega é realizada em 5 dias, o ideal é que o empreendimento trabalhe com um estoque de segurança adiantado em 8 dias, ou seja, que possa suprir a demanda dos 5 dias que demorar e tenha ainda mais 3 dias de precaução. Assim, caso ocorra algum imprevisto, o estabelecimento não será pego de surpresa.

Gosta do assunto? Veja também nosso texto sobre administração de recursos materiais. 

3- Analise quais produtos que terão estoque de segurança

Será que todos os produtos comercializados pelo seu negócio carecem de um estoque de segurança? Esse é outro fator a ser analisando que tem importância. Pense da seguinte forma, caso você mantenha um estoque de segurança de um produto que não tem saída, provavelmente ficará “engessado” e, consequentemente, perderá dinheiro. Entendeu a importância?

Pois bem, para chegar a esta resposta, é preciso que você analise novamente qual é a demanda da empresa. Verifique quais são os produtos que possuem um volume maior de vendas e em quanto tempo isso acontece.

Para definir quais os produtos terão estoque de segurança, também é indicado consultar o lead time, assim, pode-se checar qual é o tempo de produção e entrega de cada um deles, pois dessa maneira é possível avaliar se existe o risco de o estoque convencional ficar vazio.

O estabelecimento pode optar por fazer um estoque de segurança de todos os itens, porém, isso vai ficar muito caro, o ideal é dar preferência para aqueles que têm maior saída.

4- Avalie o custo do estoque de segurança

Para montar um estoque de segurança bem estruturado para o seu estabelecimento comercial é necessário se preocupar com todos os detalhes, especialmente com o custo, que é um dos mais importantes.

Calcule o valor analisando o volume de vendas de todos os dias que o estoque de segurança pretende suprir. Assim, é possível se preparar financeiramente para arcar com o estoque, abastecendo-o sem desfalcar o caixa.

Procure encontrar o ponto de equilíbrio entre o custo benefício, assim ficará mais fácil estabelecer a quantidade de produtos que farão parte do estoque de segurança.

5- Controle o estoque de segurança

A sua empresa já sabe os produtos, as respectivas quantidades e o valor que irá gastar para montar o estoque de segurança? Agora é o momento de por em prática os estudos e montá-lo para, finalmente, promover o seu controle, pois ele também precisa ser fiscalizado.

Procure conservar os produtos em um espaço exclusivo e com as condições adequadas, caso contrário, devido ao período excessivo que podem permanecer guardados, poderão sofrer deteriorações.

Estoque as mercadorias por tipo, fazendo com que elas não sofram danos na estrutura durante o tempo em que ficarem guardadas. Além disso, a medida que começa a esvaziar o estoque convencional e começa-se a usar o estoque de segurança, torna-se necessário a adoção de métodos de controle para fiscalizar a velocidade com que ele está esvaziando, o que permite tomar medidas emergenciais antes de zerá-lo.

6 – Use uma planilha especial para o estoque de segurança

Um dos melhores métodos para promover o controle de estoque de segurança é fazer uso de uma planilha especial. Neste caso, é necessário usar o Excel para separar e cadastrar todas as mercadorias estocadas na condição de reserva.

Existem também programas muito eficientes que fazem este tipo de fiscalização, permitindo, inclusive, a impressão. Porém, os mesmos são “pagos”, ou seja, é necessário comprar uma licença da empresa que desenvolve.

Na planilha, informe a quantidade de cada produto, bem como a data de entrada e saída. A partir deste documento é possível controlar o volume de vendas do estoque de segurança, evitando que a empresa fique totalmente desprevenida.

7- Determine o período de renovação do estoque de segurança

O que fazer quando o seu estoque de segurança acabar e o convencional for reabastecido? É preciso trabalhar para abastecer o estoque de segurança novamente, comece determinando o período de renovação, que pode ser feito logo após zerá-lo ou com pelo menos 20 dias de antecedência do fim do estoque normal. O importante é que ele nunca fique vazio, por isso que se chama estoque de SEGURANÇA.

Já está usando seu estoque de segurança?

FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here