Diagrama de ParetoTambém conhecido como Curva ABC, o Diagrama de Pareto é uma ferramenta administrativa usada para destacar os elementos de um grupo de acordo com a sua importância. Além disso, o diagrama permite a divisão desses conjuntos em diversas partes.

Ele é representado através de um gráfico de barras que permite uma melhor visualização das prioridades, bem como o estabelecimento de metas.

O nome desta ferramenta administrativa é em homenagem ao economista Vilfredo Pareto, um italiano que usou este gráfico no ano de 1897 para provar que a distribuição de renda era feita de forma desigual. Um pouco depois, Juran usou o Diagrama de Pareto para separar e classificar problemas relacionados à qualidade em triviais e vitais. Assim, Juan deu o nome de Análise de Pareto ao método.

Quando e usar o Diagrama de Pareto

O Diagrama de Pareto é utilizado quando existem vários elementos em uma lista e precisamos ressaltar a importância de cada um deles. Um exemplo prático é um processo, onde o diagrama divide as funções em A, B e C, dando o nome também de Curva ABC à ferramenta.

Seu destaque maior é na estratificação, ou seja, no agrupamento de dados sob diversos pontos, já que o Índice de Nihans pode também selecionar os itens de acordo com a importância.

Em outras palavras, podemos dizer que o Diagrama de Pareto serve para tornar mais clara a relação entre ação e benefício priorizando dessa forma aquele que dará um resultado melhor para a empresa. Através da representação gráfica em barras, localiza-se facilmente a eliminação de perdas e ajuda a localizar os problemas da empresa.

Como fazer o Diagrama de Pareto

Antes de utilizar o Diagrama de Pareto é preciso ter em mente o objetivo maior desta análise: qual o tipo de perda que você irá investigar? Já sabe? Então siga as seguintes dicas:

  • Seja mais específico em relação ao tipo de perda que você irá analisar,
  • Faça uma folha de verificação (ou tabela) com todos os aspectos que você irá analisar,
  • Preencha esta folha de verificação (ou tabela),
  • Veja qual a freqüência que ocorre cada categoria, agrupando como “outras” aquelas que possuem freqüência muito baixa. Organize tudo em ordem decrescente,
  • Faça o Diagrama de Pareto.

Para que o Diagrama de Pareto tenha a eficiência necessária, existem algumas dicas que ajudam na montagem deste processo:

  • Antes de finalizar o diagrama definitivo, teste várias categorias para chegar a um resultado conclusivo,
  • Não foque o problema em uma única escala, teste-o em diversas escalas,
  • Seja o mais específico possível ao dividir as categorias,
  • Colete as informações para o Diagrama de Pareto através de ferramentas administrativas como braisntorming,
  • Não se esqueça de colocar títulos no gráfico.

Esses simples passos do Diagrama de Pareto, seguidos da forma correta permitem a identificação de problemas que são muito mais graves do que outros triviais e mostra que, às vezes, a empresa está focando na resolução dos problemas errados ao invés de direcionar os esforços de melhoria para os que são realmente graves.

Dicas da Casa da Consultoria

Se você não domina todas as faces de um novo negócio, nunca, mas nunca mesmo, comece o mesmo sem a assessoria de um bom profissional. Não faça a sua empresa de cobaia. Você tem que ser bom só naquilo que faz todo dia. Para tudo que é eventual, como um plano de negócio ou um plano estratégico, chame quem faz todo dia. Lembre-se, cada macaco no seu galho. Além disso, conversar com um bom consultor e orçar os serviços dele não vai custar nada e já vai te dar muita informação. Saiba mais.
  1. Andréia Responder
    Preciso fazer um gráfico pareto em cima de uma tabela, de nº de pessoas que concluiram um trabalho.Como faço?
  2. sueli valderez Responder
    Pensei que fossem ensinar como fazer passo a passo. Tenho dúvidas como chegar na demanda média. Tenho os itens, o valor unitário, mas não estou sabendo como chegar na demanda média. Se souberem, por favor me orientem. Grata, Sueli Valderez

Deixe um comentário

*

captcha *

Wordpress SEO Plugin by SEOPressor