Como Fazer um Relatório de Qualidade e Rápido



Como Fazer um Relatório de Qualidade e RápidoPrecisa fazer um relatório e está com dificuldades? Confira agora mesmo como fazer um relatório rapidamente e com qualidade!

São raras as pessoas que nunca precisaram fazer um relatório, ainda mais se resolveram trabalhar como empreendedor e gerenciar seu próprio negócio, neste caso, a quantidade de relatórios que terão de ser elaborados durante o decorrer da “profissão” é enorme.




Fazer um relatório eficiente e completo pode fazer toda a diferença, fornecendo dados complexos e capazes de serem analisados/interpretados por terceiros. Veja, em uma empresa as funções são exercidas de forma específica, muitas vezes por delegação. Por exemplo, o setor de marketing irá captar os resultados das campanhas e posteriormente repassar ao time de vendas.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 5 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

O time de vendas receberá as informações através de relatórios, caso os relatórios estejam faltando informações ou mal desenvolvidos, poderá comprometer o trabalho do time de vendas. Ainda, o próprio time de vendas irá fazer um relatório (outro) para o gestor e setor da contabilidade da empresa.

Percebeu como o relatório está presente em tudo? Agora ficou clara a importância de aprender como fazer um relatório de qualidade, não?

O Que é um Relatório?

O primeiro passo é descobrir o que é um relatório, concorda? Como irá fazer um relatório sem saber o que é ou quando se deve por em prática o conhecimento? Então, é comum as pessoas acharem que relatório é todo e qualquer documento, mas não é!

Por exemplo, um trabalho de conclusão de curso não é um relatório. Um plano de negócios ou plano de ação também não é um relatório. Então, o que é um relatório afinal?




Relatório é um documento que “descreve” dados de uma “experiência” realizada. Em uma campanha de marketing existe uma experiência, que é a campanha, resultados e etc. Disso se faz um relatório, descrevendo o processo, resultados e experiência.

Como Fazer Um Relatório: Etapas Obrigatórias

Ótimo, já sabe quando deve fazer um relatório e para que serve, mas afinal, Como Montar Um Relatório? Existe um padrão?

Claro! Para conseguir desenvolver um relatório completo é preciso lembrar as etapas obrigatórias, as quais, quando faltantes, podem vir a gerar dúvidas ao leitor do relatório.

E um ponto importante a se destacar: quando um relatório está bom? Então, se terceiros que não presenciaram a “experiência” conseguirem interpretar e entender perfeitamente tudo que aconteceu, o seu relatório está ótimo.

Conte-me, quais são as etapas essenciais em um relatório! Vamos lá:

  • Identificação;
  • Resumo;
  • Introdução;
  • Materiais;
  • Métodos;
  • Resultados/Considerações;
  • Conclusões;
  • Referências (em casos científicos normalmente);

Ótimo, estas são as fases que um relatório precisa ter, contudo, notou a abrangência? Estas são apenas os elementos básicos (títulos) de um relatório, desenvolver cada tópico é a chave do segredo de como fazer um relatório.

Também, saber as etapas não garante que você conseguirá fazer um relatório, por isso desenvolvemos um passo a passo para conseguir criar todas as etapas de forma organizada e consistente.

O Que Deve Conter em Cada Etapa do Relatório?

Cada etapa do relatório precisa conter as informações completas, e quais são? É exatamente isso que veremos agora.

  1. Identificação

O primeiro passo é montar a identificação, correto? Na identificação deve conter: número do relatório (ex: X/2015), título do relatório e os responsáveis por executá-lo.

  1. Resumo do Relatório

Não confunda o resumo com introdução, são diferentes!

No resumo você irá explanar com apenas 100 palavras (aproximadamente isso) os aspectos que serão abordados, observando as etapas do experimento.

Veja que para ter apenas 100 palavras deve ser realmente sucinto.

  1. Introdução do Relatório

A introdução irá corresponder ao porquê de desenvolver a experiência? O que será estudado? Quais serão as perguntas/questões que se busca responder?

A introdução é importante para fornecer ao leitor do relatório o que ele precisa e deverá encontrar no decorrer do documento.

Questões como:

  • O estará em objeto de estudo?
  • Quais as informações e dados que objetiva-se constatar com o estudo?

Lembre-se de revisar com cuidado este parágrafo introdutório, ele será responsável pela primeira impressão do relatório. Uma boa dica que funciona bem no início é desenvolver a introdução como último passo.

  1. Materiais e Métodos

Nesta parte será descrito os materiais que foram utilizados para o experimento, além das técnicas e métodos empregados. Além de trazer considerações importantes sobre o projeto/experimento, deverá também trazer informações suficientes para que outra pessoa possa reproduzir o mesmo experimento com base no relatório.

  1. Resultados e Considerações

Nos resultados e considerações você “enfrentará” o momento mais crítico ao fazer um relatório, justamente porque é neste momento que você precisará fazer com que a terceira pessoa entenda os acontecimentos e possa retirar as considerações importantes para tomar decisões ou repetir o processo.

Os resultados e dados devem se referir exclusivamente à experiência. Não insira dados diversos, isso pode vir a confundir o leitor, então cuidado!

Além de transpor para documentos os resultados e dados, fazer considerações pode ser boas opções para tornar os dados mais claros para o leitor. Por isso, criar “observações” ou parágrafos explicando os dados, obtenção e até mesmo eventuais “dificuldades” é perfeitamente admissível.

  1. Conclusões ao Fazer um Relatório

A conclusão corresponde a uma avaliação global do experimento, apresentando os resultados de forma sucinta e sua adaptação para o caso concreto. Você pode explanar também eventuais erros decorridos e pontos importantes que não foram objetos nos resultados/considerações.

  1. Referências bibliográficas

Caso o seu relatório seja científico e tenha o objetivo a apresentação para uma banca examinadora, por exemplo, provavelmente terá embasado todo o seu experimento em um especialista/doutrinador, nestes casos, você utilizará no final do relatório um campo para referências bibliográficas.

Dicas em Forma de Passos de Como Fazer um Relatório

Como prometido, iremos trazer uma espécie de passo a passo para auxiliar você a desenvolver todas as etapas do relatório. Lembre-se que as etapas estão acima, os passos são apenas para facilitar o desenvolvimento do relatório e agilizar o desempenho.

  • Tenha o objetivo bem definido: desenvolva o ponto de vista que deseja transmitir para quem irá ler o seu relatório. Isto permitirá criar algo objetivo e claro, evitando “embaralhar” e repetir informações no decorrer do documento;
  • Faça anotações: durante a experiência ou até mesmo materiais complementares, surgirão muitos pontos de suma importância e que serão esquecidos no momento de desenvolver o relatório, por isso, mantenha um papel e caneta, faça anotações;
  • Temas tratados: separe os temas importantes e que precisam estar presente no seu relatório. Durante a experiência vá selecionando-os, ou, até mesmo, desenvolva todos os temas relevantes antes da experiência, assim, a medida que for sendo realizado o estudo, poderá responder os aspectos selecionados;
  • Selecione com antecedência os materiais de apoio;
  • Ao analisar o material complementar e até mesmo durante a experiência, perceberá que alguns temas e dados se repetem, constituindo padrões, normalmente este é o tema central a ser abordado no seu relatório. Foque nele!
  • Cuidado com os parágrafos. Cada parágrafo precisa traduzir uma informação completa e introduzir o próximo. Lembre-se, o objetivo é fazer a pessoa leitora entender o relatório e ao mesmo tempo ficar interessada em lê-lo;
  • Faça uma revisão em todo o conteúdo, verifique se não esqueceu alguma etapa e, acima de tudo, confira se inseriu todas as informações necessárias de cada etapa. Uma boa dica é pedir para que outra pessoa leia o seu relatório (alguém que não presenciou a experiência ou tenha alguma noção), caso ela realmente entenda tudo é porque o conteúdo está adequado ao seu fim;
  • Depois de realizar todo o relatório, reavalie a introdução. Por já ter feito todo o documento, é provável que consiga desenvolver uma introdução melhor e específica. Há quem prefira fazer a introdução por último, quando terminar todo o relatório;

Estes passos e dicas para fazer um relatório ajudaram?

Como Fazer um Relatório Adequado Para a Sua Atividade?

Outra dúvida comum é: o relatório é padrão para todas as atividades? Devo fazer algo diferente?

Então, o relatório é um documento “geral”, ou seja, padrão. O que acontece é que, em alguns casos, se trata de algo menos científico e é possível transformá-lo em um documento mais simplório.

Normalmente, relatórios dentro da própria empresa, como o caso citado do setor de marketing para o de vendas, costuma ser mais singelo, sucinto e impessoal. O objetivo é disponibilizar informações dos contatos que possuem maior probabilidade de concretizar uma venda.

Agora, caso o seu relatório seja de um experimento para um curso de graduação, mestrado, doutorado e etc, o ideal é trazer um conteúdo formal. Lembrando de trabalhar cada etapa.

Agora que você já sabe como fazer um relatório, que tal por em prática? Comente!




FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here