Cadeia de valor de Michael Porter: Como funciona?

0
1444

Tudo sobre a cadeia de valor e os processos da empresa

A cadeia de valor é o conjunto de ações desempenhadas por uma empresa desde o relacionamento com os fornecedores até a distribuição final e venda dos produtos. Criada por Michael Porter, a cadeia de valor é divida em atividades primárias, atividades de apoio e margem.

O objetivo da cadeia de valor de Porter é garantir a qualidade e valor do produto entregue ao consumidor final, criando ainda uma vantagem competitiva para a empresa.

Os processos executados na empresta estão interligados, sendo, de certa forma, dependentes nos seus funcionamentos. Desmembrar a organização dos processos e avaliar como são executados com os devidos elos pode otimizar o funcionamento da empresa e acrescentar ainda mais valor aos produtos.

Elementos da cadeia de valor

A cadeia de valor é composta por um conjunto de atividades primárias e de apoio, margem de valor acrescentado e a relação das atividades entre si na cadeia de valores.

Conheça os elementos da cadeia de valor:

Atividades primárias

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 5 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

As atividades primárias relacionam-se com a criação e transformação dos produtos, vendas, manutenção e suporte. Podemos observar em praticamente todas as empresas 5 atividades primárias:

  • Logística interna: são os processos relacionados à recepção, controle de estoque, marcação de transporte e relacionamento com fornecedores.
  • Operações: correspondem as atividades ligadas à transformação da matéria prima, como a própria produção do produto. Aqui estão inseridos os maquinários, montagem, embalagem, testes, entre outras etapas.
  • Marketing e vendas: todos os processos utilizados pela empresa para convencer os consumidores a adquirir os produtos ou serviços fazem parte das atividades primárias.
  • Serviços: são as atividades relacionadas ao SAC e pós-venda que tem o poder de aumentar o valor do produto para o cliente.

Estes são considerados os serviços primários da cadeia de valor de Porter.

Atividades de apoio

As atividades de apoio na cadeia de valor têm como função auxiliar, direta ou indiretamente, a execução das atividades primárias.

Embora possam existir diversas atividades de apoio de acordo com cada nicho de empresa, normalmente encontramos 4 categorias:

  • Infraestrutura da empresa: servem para manter as operações diárias, como é o caso da gestão, seja ela administrativa, legal, geral, contábil ou de qualidade.
  • Gestão de recursos humanos: está associado ao recrutamento, seleção, desenvolvimento, retenção e redução do quadro de funcionários.
  • Desenvolvimento tecnológico: embora de suma importância em uma empresa, faz parte do setor de apoio, servindo para manter as atividades em expansão e bem executadas;
  • Aquisição: são os processos que a empresa utiliza para adquirir os materiais e maquinários para trabalhar;

Margem

A margem corresponde à diferença entre o valor percebido pelo produto e o custo coletivo da execução das atividades para a criação do produto/serviço.

Relações das atividades dentro da cadeia de valor

As atividades se relacionam dentro de acordo com a estratégia adotada, podendo ser:

  • Atividades estratégicas: imprescindíveis para a implementação da estratégia e que afeta de forma crítica o desempenho do negócio.
  • Atividades tácticas: complementam ou dão suporte às atividades estratégicas dentro da cadeia de valor, sendo importantes, mas não indispensáveis.
  • Atividades de base: são necessárias para o funcionamento da empresa, contudo, o impacto no desempenho competitivo é baixo.

Veja o quadro resumo da cadeia de valor na imagem abaixo:

quadro resumo cadeia de valorPor que utilizar a cadeia de valor na sua empresa

A análise da cadeia de valor, observando-se os elementos tem por objetivo aumentar a excelência na prestação do serviço, valor do produto e satisfação do cliente.

Mas, de forma mais específica, podemos trazer alguns objetivos alcançados através da sua utilização:

  • Permite compreender as fontes e vantagens competitivas da empresa, podendo amplifica-las e desenvolver novos diferenciais.
  • Acrescentar valor percebido ao produto/serviço.
  • Disponibilizar uma visão geral e completa do fluxo de informações da empresa, facilitando a adequação das etapas e setores quando incorretos.
  • Avaliar a rentabilidade das operações.
  • Melhorar o desempenho dos processos na organização.
  • Criar estratégias eficientes para obter melhores resultados frente a satisfação dos clientes.

Dicas para utilizar a cadeia de valor

  1. Identifique as subcategorias das atividades primárias e de apoio

É importante tomar consciência das subcategorias das atividades tanto primárias quanto de apoio do seu negócio.

Descreva-as em uma planilha juntamente com toda a cadeia de valor, trabalhar as subcategorias permitirá otimizar ainda mais os resultados, atuando de forma minimalista na organização da empresa.

  1. Identifique as ligações

Lembra-se quando falamos que os processos e atividades são interligados como se fossem elos? Encontrar as ligações entre cada atividade permitirá conduzir de forma estratégica e organizada os processos na empresa.

Por exemplo: O setor de gestão contábil/administrativa pode estar ligado a parte de compra de produtos dos fornecedores, já que a liberação do pagamento passa por ele.

  1. Esteja sempre em busca de oportunidade para aumentar o valor percebido pelo consumidor

O valor percebido pelo consumidor não é o preço e sim a qualidade, utilidade e satisfação que o produto proporciona.

A cada atividade da cadeia de valor, subcategoria, ligação e analise, esteja em busca de formas de aumentar o valor percebido do produto, podendo refletir no preço/lucratividade, mas não devendo este ser o fator preponderante.

Quando você consegue aumentar o valor percebido, aumento de vendas ou até mesmo do preço são consequências positivas para a sua empresa.

Pronto para começar a trabalhar a cadeia de valor na sua empresa? Comente!

FIQUE ATUALIZADO!

Receba Sacadas de Negócios Diretamente no Seu E-mail!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here